Educação

OVG abre edital para cinco mil novas bolsas do ProBem

Inscrições estarão abertas entre 16 e 29 de janeiro de 2023.

Publicados

O Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), lançou nesta quinta-feira (3/11) um novo edital de seleção do Programa Universitário do Bem (ProBem). Ao todo, serão cinco mil bolsas integrais e parciais oferecidas para estudantes universitários em situação de vulnerabilidade social inscritos no CadÚnico.

O edital está disponível no site da OVG, e as inscrições devem ser realizadas entre os dias 16 e 29 de janeiro de 2023. O benefício será concedido no próximo semestre (2023/1). Entre os requisitos para concorrer à bolsa, é preciso que os estudantes tenham vínculo com a Instituição de Ensino Superior (IES) e estejam cursando a primeira graduação.

Das cinco mil bolsas, 1,5 mil são integrais e 3,5 mil são parciais. As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade limitados a R$ 650,00. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade limitados a R$ 1.500,00. As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm seus limites maiores, R$ 2.900,00 para as parciais e R$ 5.800,00 para as integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos demais cursos.

Leia Também:  Abstenção no Enem 2016 foi de 30% e 768 candidatos foram eliminados

Novidade

O ProBem conta atualmente com 12,8 mil bolsas ativas e destinará parte das cinco mil novas vagas às chamadas profissões do futuro e para aquelas áreas de formação que atendem às demandas por mão de obra em todas as regiões do Estado, de acordo com levantamento do Instituto Mauro Borges (IMB).

Para este semestre, 10 novos cursos passam a compor essa grade de prioridades, de acordo com as necessidades e oportunidades apontadas pelo instituto. Agora, 20 profissões são contempladas nessa categoria da seleção: Administração; Agronomia/Engenharia Agronômica; Ciências Econômicas; Ciência da Computação (bacharelado e licenciatura); Engenharia Agrícola; Engenharia de Alimentos; Engenharia Cartográfica e Agrimensura; Engenharia Civil; Engenharia de Controle e Automação; Engenharia de Minas; Engenharia de Produção; Engenharia de Telecomunicações; Engenharia Elétrica; Engenharia Florestal; Engenharia Ambiental/Sanitária; Estatística; Física; Matemática; Meteorologia e Nutrição.

Embora haja cursos prioritários, de acordo com o levantamento do Instituto Mauro Borges, as demais áreas de formação também continuam a ser contempladas pelo ProBem, desde que façam parte da grade de Instituições em Goiás reconhecidas pelo Ministério da Educação e cadastradas junto ao Programa.

Leia Também:  Santa Isabel: Projeto Jovens Empreendedores dos Primeiros Passos

ProBem

O Programa Universitário do Bem, sancionado pelo Governo de Goiás em janeiro de 2021, tem o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento aos mais vulneráveis. A iniciativa traz maior segurança ao processo de seleção, eleva o potencial de redução das desigualdades sociais por meio do acesso ao ensino superior e promove o alinhamento às demandas por mão de obra qualificada no Estado de Goiás.

Serviço:

Assunto: Governo de Goiás lança edital para cinco mil novas bolsas do ProBem

Quando: 3 de novembro de 2022

Ondesite da OVG

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EDUCAÇÃO

Governo de Goiás compra mochilas e estojos para todos os estudantes das escolas estaduais

Materiais complementam o kit entregue no início do ano letivo. Ao todo, R$ 24,2 milhões foram investidos na aquisição dos itens em 2024.

Publicados

em

Governo de Goiás adquire mochilas e estojos para estudantes das escolas públicas estaduais. Foto: Seduc

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está investindo R$ 19,1 milhões na aquisição de novas mochilas para o ano letivo de 2024. Os itens complementam o kit de materiais escolares já entregue aos estudantes da rede pública estadual de ensino no início deste ano.

Além das mochilas, a Seduc adquiriu também novos estojos para distribuição aos alunos. A aquisição representa um investimento de R$ 5,1 milhões. A intenção é garantir a equidade entre os alunos das escolas estaduais, ampliando o acesso a uma educação pública, gratuita e de qualidade. Todos os cerca de 500 mil estudantes receberão os itens.

Em 2024, os kits de materiais escolares e dos uniformes começaram a ser entregues no dia 22 de janeiro, data que marcou o início do ano letivo. Na ocasião, os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio receberam um conjunto composto por cadernos universitários, canetas esferográficas, cola, régua, esquadros, lápis de cor, lápis grafite, apontadores e borracha.

Leia Também:  Brasil passa de 170 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia

As novas mochilas, por sua vez, já foram distribuídas em 19 das 40 Coordenações Regionais de Educação (CREs). Os itens deverão ser entregues a todos os estudantes da rede estadual de Educação no decorrer do ano letivo.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA