Plantão Policial

PC indicia suspeitos de matar adolescente em escola de Anápolis

A PC indiciou os suspeitos por homicídio consumado e dois homicídios tentados.

Publicados

PC indicia suspeitos de matar adolescente em escola de Anápolis. Foto: Captura de Vídeo

A Polícia Civil (PC) concluiu as investigações sobre os crimes de homicídio e tentativas de homicídio ocorridas na Escola Leiny Lopes, em Anápolis. Na ocasião, uma mulher, de 43 anos, e seus filhos teriam matado um jovem, de 14 anos, e tentado matar outros dois adolescentes.

O crime ocorreu na tarde da última quarta-feira (20), em decorrência de uma rixa antiga entre dois adolescentes, que culminou com o agendamento de uma briga durante uma live no Instagram ocorrida no dia anterior.

Os suspeitos foram indiciados por homicídio consumado e dois homicídios tentados, todos qualificados já que se utilizaram de uma faca e impossibilitaram a defesa das vítimas. A mulher também foi indiciada pela prática de crime de corrupção de menores.

A investigação foi contou com a oitiva de dezenas de testemunhas, dentre eles testemunhas oculares, familiares das vítimas e responsáveis pela instituição de ensino onde os adolescentes estudavam. O laudo cadavérico da vítima fatal, aponta que a morte se deu por choque circulatório em virtude de um ferimento no ventrículo direito do coração.

Leia Também:  Agência dos Correios de Palmeiras de Goiás é furtada durante a madrugada desta segunda-feira, 05

Um dos adolescentes feridos perdeu parte do intestino e um rim em virtude da facada que sofreu no abdômen. Ele deixou a UTI e prestou depoimento.

Os indiciados encontram presos preventivamente e à disposição do Poder Judiciário.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Em Rialma, confronto nas dependências do Ministério Público termina com a PM

A escalada da tensão foi percebida pelos funcionários, que acionaram prontamente a PM. Com a chegada dos militares, o suspeito tentou trancar todos no interior do prédio, tomando posse de uma chave.

Publicados

em

Em Rialma, confronto nas dependências do Ministério Público termina com a PM. Foto: PM

A Polícia Militar (PM) foi acionada na tarde deste sexta-feira (12) por volta de 14h38, para intervir em uma situação de ameaça, desacato, desobediência e injúria nas dependências da sede do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) em Rialma no Vale do São Patrício.

Conforme os serventuários do MP-GO, um homem de 61 anos adentrou o prédio buscando informações sobre a internação compulsória de seu filho, que estava demonstrando comportamento agressivo e violento, inclusive contra o próprio pai. Entretanto, a situação tomou um rumo diferente quando o filho que seria a pessoa para ser internado compulsoriamente, entrou no MP-GO, ultrapassando os limites permitidos para atendimento ao público e passou a proferir insultos e ameaças em desfavor dos servidores. De forma agressiva ele pressionou dois deles contra a parede, alegando que estavam encobrindo a situação de seu pai e que tomaria medidas similares contra eles.

A escalada da tensão foi percebida pelos funcionários, que acionaram prontamente a PM. Com a chegada dos militares, o suspeito tentou trancar todos no interior do prédio, tomando posse de uma chave.

Leia Também:  Preso em Goiás, suspeito de matar a companheira e se passar por ela em mensagens para a família

Através de contato com o pai do suspeito o mesmo confirmou a versão dos serventuários, adicionando que as agressões físicas relatadas eram frequentes e insustentáveis e por conta da situação, buscou auxílio no MP-GO para internar o filho.

Após intervenção da polícia, todos os envolvidos foram encaminhados para à Delegacia de Polícia Civil local para os procedimentos de praxe.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA