Plantão Policial

PC realiza prisão de homem que matou tio com golpes de facão por conta do volume de som

Desde o cometimento do crime, José Silas estava foragido e com prisão preventiva a ser cumprida. Após trocas de informações entre as delegacias goiana e alagoana, o autor foi preso ao sair da casa da mãe, no bairro Canafístula, em Arapiraca (AL). Apoiaram a operação policiais da Chefia Geral de Inteligência Integrada da SSP/AL.

Publicados

José Silas dos Santos Lima foi preso em Alagoas. Foto: Divulgação/PC

Uma operação integrada entre as Polícias Civis de Goiás e Alagoas, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) de Goiânia e Delegacia de Homicídios de Arapiraca, resultou, na tarde desta segunda-feira (29), na prisão de José Silas dos Santos Lima de 33 anos, autor do homicídio que vitimou seu tio Valdenir Sousa da Silva, fato ocorrido em setembro de 2020, no Residencial Sollarville, região Oeste na capital.

Na oportunidade, a investigação da DIH revelou que José matou seu tio com requintes de crueldades, a golpes de facão, por um desentendimento extremamente banal: a altura do som. Irado com o volume do som na casa de Valdenir, José Silas, seu vizinho, foi ao local com um facão e, após discutirem, matou o tio com vários golpes.

Desde o cometimento do crime, José Silas estava foragido e com prisão preventiva a ser cumprida. Após trocas de informações entre as delegacias goiana e alagoana, o autor foi preso ao sair da casa da mãe, no bairro Canafístula, em Arapiraca (AL). Apoiaram a operação policiais da Chefia Geral de Inteligência Integrada da SSP/AL.

Leia Também:  Em Iporá, paciente é preso suspeito de xingar de “preta nojenta” médica que foi socorrê-lo

A divulgação da imagem e identificação do preso foi precedida de despacho, nos termos da Lei nº 13.869/2019, portaria nº 547/2021 – PC, Despacho do Delegado Geral, n.º 000010828006 e Despacho DIH/DGPC-09555, fundamentado na possibilidade de surgimento de testemunhas que contribuam ainda mais no esclarecimento do crime em tela e outros possíveis delitos praticados pelo autuado.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PC realiza prisão de suspeito de participação de homicídio em Uruana; Assista

Ao tomar conhecimento sobre os fatos a equipe da Delegacia de Polícia de Uruana desenvolveu intenso trabalho investigativo que possibilitou a identificação e qualificação de todos os envolvidos na morte.

Publicados

em

PC realiza prisão de suspeito de participação de homicídio em Uruana. Foto: Captura de Vídeo da PC

A Polícia Civil (PC) através da Delegacia de Polícia de Uruana no Vale do São Patrício, com apoio da equipe da Delegacia de Crixás, integrantes da 10ª DRP, deflagrou a Operação Factum para dar cumprimento à um mandado de prisão em desfavor de um investigado no envolvimento em homicídio praticado em Uruana em que os suspeitos gravaram vídeo torturando a vítima antes da matá-la.

O indivíduo preso assim como outros dois investigados morava no imóvel em que a vítima foi executada. A vítima era um adolescente de 14 anos de idade que foi torturada e morta por supostamente pertencer a facção criminosa rival.

A vítima foi atraída para o imóvel onde foi morta por um dos investigados que era mais próximo a ela. Ao chegar no imóvel foi torturada e em seguida morta. Os vizinhos desconfiaram dos barulhos e ligaram para a Polícia Militar (PM). No entanto, no momento da chegada dos militares os indivíduos fugiram pelos fundos do imóvel, abandonando o corpo no local.

Leia Também:  Com cerca de 3 mil acessos diários, plataforma de videoaulas do Governo de Goiás possibilita retomada de conteúdos perdidos durante a pandemia

Ao tomar conhecimento sobre os fatos a equipe da Delegacia de Polícia de Uruana desenvolveu intenso trabalho investigativo que possibilitou a identificação e qualificação de todos os envolvidos na morte.

Ato contínuo, houve representação pela prisão cautelar dos indivíduos que estavam em liberdade, e após essa prisão que ocorreu em Mozarlândia, já são quatro os envolvidos nesse homicídio presos pela PC. Após a prisão o indivíduo ele foi submetido a realização de relatório médico no hospital municipal e em seguida recolhido no presídio de Mozarlândia, onde está à disposição do Poder Judiciário.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA