Plantão Policial

PC realiza prisão de homem suspeito de estuprar a enteada adolescente, em Rialma

O mandado de prisão foi cumprido pelos policiais civis na sexta-feira (7). De acordo com a polícia, se condenado ele poderá cumprir uma pena de até 12 anos de reclusão. O nome do suspeito não foi divulgado, razão pela qual não localizamos a sua defesa.

Publicados

PC realiza prisão de homem suspeito de estuprar a enteada adolescente, em Rialma. Fotoe

A Polícia Civil (PC) através da Delegacias de Polícia de Rialma e Uruana, integrantes da 10ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Ceres, deflagrou operação para cumprir um mandado de prisão de indivíduo investigado por ser suspeito de ter estuprado a enteada adolescente.

No início da semana, a equipe da Delegacia de Rialma no Vale do São Patrício, foi informada pelo Conselho Tutelar acerca de um possível crime de estupro praticado em desfavor de uma adolescente. Conforme os integrantes do conselho, eles haviam sido acionados pela direção de um colégio da cidade, pois uma adolescente após participar de palestras realizadas no programa Maio Laranja, decidiu contar sobre os crimes contra a dignidade sexual que eram praticados por seu padrasto.

Em decorrência dos fatos, a adolescente foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames periciais que constataram a prática de relação sexual. Ato contínuo, houve a representação pela prisão cautelar do investigado, sendo deferida pelo Poder Judiciário, após manifestação favorável do Ministério Público.

Leia Também:  MP-GO cobra pagamento de mais de R$ 1 milhão em decorrência de árvores retiradas pelo município de Rubiataba de forma irregular

O mandado de prisão foi cumprido pelos policiais civis na sexta-feira (7). De acordo com a polícia, se condenado ele poderá cumprir uma pena de até 12 anos de reclusão. O nome do suspeito não foi divulgado, razão pela qual não localizamos a sua defesa.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PC realiza operação contra grupo suspeito de falsificar documentos para pagamentos judiciais de mais de R$ 30 milhões; Assista

Conforme a PC, estão sendo cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Goiás e em outros cinco estados da federação.

Publicados

em

PC realiza operação contra grupo suspeito de falsificar documentos para pagamentos judiciais de mais de R$ 30 milhões. Foto: PC

Na manhã desta quarta-feira (19), a Polícia Civil (PC) está cumprindo 33 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão contra um grupo suspeito de aplicar golpes contra a administração pública, envolvendo o levantamento de alvarás de pagamentos judiciais fraudulentos. O prejuízo, segundo as investigações da PC é de R$ 31,8 milhões.

No estado de Goiás, estão sendo cumpridos mandados em Goiânia, Trindade, Aparecida, Anápolis e Anicuns. Há ainda cumprimentos nos estados da Bahia, Rio de Janeiro, Tocantins, Maranhão e Pará.

Primeira fase da operação

Na primeira fase da operação denominada “Alvará Criminoso”, que foi deflagrada em novembro de 2022, a PC já havia cumprido 27 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão preventiva. Na ocasião, os investigadores apuraram que o grupo tinha como modo de agir a falsificação de alvarás judiciais.

Leia Também:  PC realiza prisão de homem suspeito de usar documentos falsos para se apossar de terras, em Itaguari

Conforme a PC, advogados cediam acesso ao sistema do Tribunal de Justiça e assinavam os documentos como se fossem juízes. Com os alvarás fraudulentos em mãos, outros integrantes do grupo levantavam os respectivos valores que se encontravam depositados nas contas judiciais.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA