Operação Ghost Car

PC realiza prisão de suspeitos de associação criminosa por golpes na venda de veículos

O modus operandi empregado pela associação criminosa consistia em abrir empresas destinadas à venda de veículos, que permaneciam em funcionamento por poucos meses. Na sequência, eram encerradas e outras eram iniciadas, perpetuando o mesmo crime.

Publicados

PC realiza prisão de suspeitos de associação criminosa por golpes na venda de veículos. Fotos: PC

A Polícia Civil (PC) através da 3ª Delegacia Distrital de Aparecida de Goiânia, deflagrou nesta terça-feira (2) a Operação Ghost Car, sendo cumpridos 13 ordens judiciais, sendo: cinco prisões temporárias, quatro mandados de busca e apreensão e quatro sequestros de bens. A investigação iniciou após mais de uma dezena de pessoas procurar a PC, no início do mês de março, noticiando que teriam sido vítimas de estelionato praticado pelos responsáveis por uma empresa de venda de veículos, localizada no Jardim Monte Cristo, em Aparecida de Goiânia.

As vítimas informaram que eram atraídas por anúncios em redes sociais e aplicativos de mensagens, mediante a oferta de veículos com preços acessíveis e linha de crédito facilitada. Na sequência, mantinham conversas com vendedores fictícios que solicitavam que comparecessem à sede da loja. No local, eram direcionados para outros vendedores, pois os que as haviam atendido, nos aplicativos de mensagens, nunca estavam na loja. Após a escolha do veículo pretendido, os interessados eram induzidos a efetuar o pagamento de uma entrada/sinal (valores entre R$ 5 mil a R$ 10 mil), e orientados a aguardar alguns dias para que o financiamento do restante do valor fosse aprovado para só então lhes ser entregue o veículo. No entanto, após o transcurso do prazo solicitado, o veículo não era entregue.

Leia Também:  Após 8 meses, idoso suspeito de matar homem e arrastar corpo é preso pela PC

O modus operandi empregado pela associação criminosa consistia em abrir empresas destinadas à venda de veículos, que permaneciam em funcionamento por poucos meses. Na sequência, eram encerradas e outras eram iniciadas, perpetuando o mesmo crime. Em pouco mais de três anos, o grupo iniciou pelo menos oito empresas na região metropolitana, gerando um prejuízo estimado de um milhão de reais. Foram encontradas mais de 300 ocorrências policiais relacionadas às empresas da associação criminosa. Somente em relação a uma delas, há quase 50 ocorrências registradas.

Hoje, além das buscas e prisões, foram sequestrados três veículos, sendo um deles de luxo, e um apartamento no Setor Parque Amazônia. O intuito do sequestro é ressarcir, em parte, as vítimas do grupo criminoso. As investigações prosseguem visando à identificação de todo o grupo. Os presos serão indiciados por estelionato, associação criminosa e falsidade ideológica.

A divulgação da imagem dos investigados foi procedida nos termos da Lei 13.869/2019, portaria normativa n° 547/2021-DGPC, tendo em vista o interesse público no sentido de identificar outras eventuais vítimas de crimes praticados por eles, conforme despacho do delegado responsável pelo inquérito.

Leia Também:  Bandidos arrombam é furtam loja de celulares em Ceres

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Dois suspeitos de tráfico são presos em flagrante pela PM, em Jaraguá

As substâncias apreendidas são similares ao crack e eram distribuídas através de uma motocicleta.

Publicados

em

Dois suspeitos de tráfico são presos em flagrante pela PM, em Jaraguá. Foto: PM

A Polícia Militar (PM) realizou uma operação na Vila Colombo em Jaraguá no Vale do São Patrício, local onde existem dezenas de usuários de entorpecentes e frequentes denúncias de tráfico.

Os militares após diligências, realizaram a prisão em flagrante delito dois homens suspeitos de tráfico de drogas.

As substâncias apreendidas são similares ao crack e eram distribuídas através de uma motocicleta.

A dupla passou por exames de corpo delito no Hospital Estadual (HEJA) e sem seguida foram encaminhados para à Delegacia da Polícia Civil local para os procedimentos de praxe. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Após 8 meses, idoso suspeito de matar homem e arrastar corpo é preso pela PC
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA