denúncia

Prefeita de Santa Isabel é denunciada para o Ministério Público por crimes de responsabilidade e atos de improbidade

Cássia estaria utilizando de bens públicos para prazer pessoal e cometendo crimes e atos ímprobos.

Publicados

Foi protocolada uma denúncia na Promotoria de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) na Comarca de Rialma no dia 10 de junho, em desfavor da prefeita do Município de Santa Isabel, Cássia Silvia Caixeta Dourado, em decorrência de supostos crimes de responsabilidade e atos de improbidade. Cássia estaria utilizando de bens públicos para prazer pessoal e cometendo crimes e atos ímprobos.

Segundo o denunciante a prefeita, no dia 25 de dezembro de 2020, teria participado de uma festa com aglomeração e feito uso de bebidas alcoólicas, ao sair do local, sob provável efeito de álcool ingerido, a prefeitura teria colidido causando várias avarias veículo público, GM/Tracker LTZ, placa PQN-9837.

Testemunhas contaram que o veículo Tracker trafegava pela rodovia GO-480 trecho entre Santa Isabel e o distrito de Cirilândia. O carro de propriedade do município teria colidido lateralmente com um GM/Celta que vinha no sentido oposto. No veículo Celta estava o condutor e um passageiro, sendo que o condutor teve ferimentos graves e o passageiro ferimentos leves, sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para o Hospital Municipal de Goianésia.

Leia Também:  Governo de Goiás recebe mais 132,8 mil vacinas da AstraZeneca

Segundo dados retirados pelo denunciante do Portal da Transparência de Santa Isabel, no dia 4 de janeiro de 2021, a prefeita promoveu, como gestora municipal, empenhos para pagamento de peças, pneus, troca de óleo, alinhamento e balanceamento do veículo Tracker; dia 5 de janeiro de 2021, houve o aviso de sinistro do mesmo veículo junto a seguradora Porto Seguro; no dia 22 de fevereiro fora efetuado o pagamento da franquia do seguro relatado. Atos seguintes, vários foram os pagamentos realizados para manutenção, aquisição de peças e pneus para o mesmo veículo.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

JUSTIÇA

Operação em desfavor de servidores da antiga Agetop cumpre mandados em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo

Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão

Publicados

em

Nesta sexta-feira (30), foi deflagrada a operação Old School, pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo.

A operação tem por finalidade apuração de crimes de corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro, praticados por servidores públicos da antiga Agetop e empresários do ramo da construção civil.

O procedimento investigatório guarda ligação com 10 obras públicas executadas por diversas construtoras contratadas pela agência com pagamento da quantia total de R$ 399.070.280,05, em números não atualizados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ministro do STF quer responsabilizar empresas por falas na internet
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA