Plantão Policial

Professor de Goianésia é preso suspeito de aplicar golpes em colegas ao vender falsos pacotes de viagem

A investigação identificou pelo menos 13 vítimas e prejuízo chega aos R$ 63 mil.

Publicados

Hyago Santos é suspeito de aplicar mais de R$ 60 mil em golpes de falso pacote turístico. Foto: Divulgação/PC.

O professor Hyago Lima Santos de 27 anos, foi preso suspeito de aplicar golpes de pacotes turísticos falsos em colegas de trabalho e causar um prejuízo de R$ 63 mil. O homem foi encontrado em Viana, cidade no Espírito Santo, após sair de Goianésia no Vale do São Patrício, onde morava e aplicava os golpes. A investigação da Polícia Civil (PC) identificou pelo menos 13 vítimas.

A delegada que investiga o caso Alanna Duarte, explicou que o professor tinha uma mesma técnica para enganar todas as vítimas. Pela amizade que o homem tinha com as interessadas nas viagens, ele oferecia pacotes de turismo e passagens aéreas com preços baixos, mas que nunca chegaram a ser emitidos. Os crimes ocorreram no início do mês de novembro.

“Ele alegava que possuía uma página na internet e que usava milhas aéreas para ter acesso a esses preços acessíveis. Ele chegava a enviar fotos de códigos de reserva de hotel e passagens aéreas, só que esses pacotes eram cancelados depois. A vítima ficava com o código de reserva acreditando que estava tudo certo”, Alanna.

Leia Também:  Em Anápolis, adolescente morre esfaqueado na porta de escola; Assista

Hyago trabalhou como professor de línguas na escola de uma das vítimas. A PC informou que durante todo o processo de compras de pacotes, o homem prestava assistência e, por ser uma pessoa próxima, ele foi indicado para os demais colegas.

 

Recebeu ajuda 

No decorrer das investigações, a PC descobriu que Hyago recebia a ajuda de Bruno Campos de Oliveira de 37 anos, que chegou a ser preso em 2019 pelas vendas de pacotes de viagens falsos e grande quantidade de moeda estrangeira que nunca foram entregues aos clientes. Ele é investigado por aplicar golpes desde 2017.

Bruno Campos de Oliveira é procurado pela PC suspeito de aplicar golpes de turismo e venda de moedas estrangeiras. Foto: Divulgação/PC-GO.

A divulgação das identidades dos investigados foi permitida de acordo com a Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021–PC, de modo que a publicação de sua imagem possa auxiliar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas.

Leia Também:  Operação Fim da Linha cumpre apreensão de envolvido em homicídio em Cristalina

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Assaltante de bancos é morto durante confronto com a PM

Conforme a polícia, Eduardo Esmael Brito, o Dudu veio da Bahia e era suspeito de liderar um grupo especialista em assalto a bancos.

Publicados

em

Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu liderava um grupo especialista em assalto a bancos. Foto: PC

Um assaltante de bancos vindo da Bahia e investigado como líder de um assalto no município de Irecê (BA), conforme informações da Polícia Civil do Estado da Bahia (PC-BA), foi morto nesta sexta-feira (1º) em um confronto com a Polícia Militar (PM) em Águas Lindas de Goiás.

Conforme a PM, o homem identificado como Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu, passava de motocicleta na rodovia BR-070 quando os militares tentaram abordá-lo e ele tentou fugir. Assim, ele foi seguido por uma equipe da PM, ele parou a moto e entrou em uma região de mata.

O homem foi identificado como Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu. Foto: Ipiaú Online

Ainda segundo o relato da PM, os militares entraram a mata atrás do suspeito, momento em que foram recebidos a tiros e na sequência, os policiais revidaram os disparos e o suspeito acabou sendo atingido.

De acordo com a PM, o Corpo de Bombeiros foi acionado e realizou o resgate do homem, que chegou a ser encaminhado para o Hospital Bom Jesus, mas acabou morrendo.

Leia Também:  Suspeito de usar perfil fake para difamar pessoas é investigado em São Luís dos Montes Belos

Busca e apreensão

A polícia realizou o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa de Eduardo, e, no local, foram encontrados 1kg de explosivos e também ferramentas usadas para arrombamento de caixas eletrônicos. A polícia, para remover o material explosivo, contou com o apoio do Esquadrão Antibomba do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Os explosivos foram removidos e levados a um local seguro onde houve a detonação dos mesmos.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA