Plantão Policial

Batalhão Rural captura mulher procurada pela Justiça em Pilar de Goiás

Na ocasião de verificação nos sistemas de segurança pública, foi constatado que havia um mandado de prisão em desfavor da mulher, expedido pela Comarca de Inhumas.

Publicados

Batalhão Rural captura mulher procurada pela Justiça em Pilar de Goiás. Foto: PM

Uma ação conjunta da Polícia Militar (PM) entre o Batalhão Rural, a Agência de Inteligência do 4º CRPM e o 44º BPM, culminou na captura de uma mulher considerada foragida da Justiça. Ela é suspeita de tráfico de drogas no município de Pilar de Goiás no Vale do São Patrício.

A prisão aconteceu durante um patrulhamento rural, quando a equipe abordou a mulher que apresentava comportamento suspeito. A abordagem foi realizada pela equipe rural, ambos do Comando de Operações do Cerrado (COC). Na ocasião de verificação nos sistemas de segurança pública, foi constatado que havia um mandado de prisão em desfavor da mulher, expedido pela Comarca de Inhumas.

A mulher que não teve a identidade divulgada, foi conduzida para à Delegacia de Polícia Civil local, onde foram realizados os procedimentos de praxe e agora está à disposição do Poder Judiciário.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  “Fazer operação 10 dias antes da eleição parece má fé” diz comentarista da TV Cultura
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PC realiza operação contra grupo suspeito de falsificar documentos para pagamentos judiciais de mais de R$ 30 milhões; Assista

Conforme a PC, estão sendo cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Goiás e em outros cinco estados da federação.

Publicados

em

PC realiza operação contra grupo suspeito de falsificar documentos para pagamentos judiciais de mais de R$ 30 milhões. Foto: PC

Na manhã desta quarta-feira (19), a Polícia Civil (PC) está cumprindo 33 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão contra um grupo suspeito de aplicar golpes contra a administração pública, envolvendo o levantamento de alvarás de pagamentos judiciais fraudulentos. O prejuízo, segundo as investigações da PC é de R$ 31,8 milhões.

No estado de Goiás, estão sendo cumpridos mandados em Goiânia, Trindade, Aparecida, Anápolis e Anicuns. Há ainda cumprimentos nos estados da Bahia, Rio de Janeiro, Tocantins, Maranhão e Pará.

Primeira fase da operação

Na primeira fase da operação denominada “Alvará Criminoso”, que foi deflagrada em novembro de 2022, a PC já havia cumprido 27 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão preventiva. Na ocasião, os investigadores apuraram que o grupo tinha como modo de agir a falsificação de alvarás judiciais.

Leia Também:  Acidente na GO-139 mata sete pessoas, entre elas duas crianças, em Piracanjuba; Assista

Conforme a PC, advogados cediam acesso ao sistema do Tribunal de Justiça e assinavam os documentos como se fossem juízes. Com os alvarás fraudulentos em mãos, outros integrantes do grupo levantavam os respectivos valores que se encontravam depositados nas contas judiciais.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA