Estado

Em Goiás, Detran afasta servidor por suspeita de corrupção

O Serviço de Inteligência apontou que servidor atuava em esquema de cancelamento de multas de trânsito.

Publicados

Sede do Detran-GO em Goiânia. Foto: Reprodução

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) afastou na última sexta-feira (12), um servidor que atuava na Gerência de Regularização de Veículos. O funcionário foi alvo de investigação por suspeita de corrupção e segundo apurado pelo Serviço de Inteligência, ele atuava em um esquema de cancelamento de multas de trânsito.

O homem cobrava de 30% a 40% do valor da multa ou o valor fixo de R$ 200,00 para cancelar as infrações. “Estamos alertas e totalmente intolerantes com condutas ilícitas no órgão. E atuamos, paralelamente a estas investigações, para melhorar nosso sistema de segurança e evitar qualquer tipo de desvio”, lembrou o Delegado Waldir presidente do órgão.

O Detran-GO encaminhou para a Polícia Civil (PC) e para o Ministério Público do Estado do Estado de Goiás (MP0GO) mais de 40 investigações sobre atos irregulares praticamente por serviços da autarquia.

Outros afastamentos

No esquema de cancelamento de multas de trânsito, três servidores já haviam sido afastados em dezembro e um havia sido exonerado. A Polícia Civil (PC) continuou investigando o caso pela suspeita de participação de outras doze pessoas, que contratavam os serviços.

Leia Também:  Em Goiás, final de semana deve ser marcado por calor e tempestades

Na época, delegado Waldir afirmou que tomou precauções para evitar problemas futuros. Agora, procedimentos importantes, como cancelamentos de multas e pontuações, passam por verificações em etapas adicionais.

Conforme as apurações, um dos servidores envolvidos tinha acesso a um sistema do Detran-GO usado para cumprir decisões judiciais que determinavam o cancelamento de determinadas infrações. O grupo, então, se aproveitava dessa permissão e cancelava multas diferentes das que haviam sido determinadas pelo Poder Judiciário.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Idosa que teve teto do quarto tomado por enxame gigante de marimbondos em Niquelândia levou 15 picadas, diz filha

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA