Plantão Policial

Em Goiás, PM afasta militares envolvidos em suposto confronto que deixou dois mortos; Assista

Os militares alegam que houve confronto, mas vídeo gravado por uma das vítimas não mostra reação dos abordados.

Publicados

Em Goiás, PM afasta militares envolvidos em suposto confronto que deixou dois mortos. Foto: Reprodução

A Polícia Militar (PM) determinou o afastamento dos policiais do Comando de Operações de Divisas (COD) envolvidos em uma ação que resultou na morte de dois homens, no Setor Jaó, em Goiânia. Os policiais alegaram que houve um confronto com supostos suspeitos de crimes em Pontalina e Trindade. Por outro lado, um vídeo gravado por uma das vítimas não mostra reação hostil por parte dos abordados.

Consta no registro de atendimento integrado (RAI), a justificação dos militares que a abordagem, ocorrida nesta segunda-feira (1º), foi realizada após uma denúncia de que três homens armados estariam se passando por policiais civis para cumprir um mandado de prisão de um quarto rapaz, no intuito de sequestrá-lo. A PM em patrulhamento, teria identificado um carro com características semelhantes e, ao tentar a abordagem, teriam sido alvejados.

Menciona ainda no RAI, neste momento, três policiais do COD revidaram contra os supostos suspeitos. Um deles morreu no local, e outro foi encaminhado a uma unidade de saúde da capital, onde teria ido a óbito. Ambos foram identificados e, segundo a corporação, um deles tinha “extensa ficha criminal” por crimes como extorsão e tráfico de drogas. O segundo teria, dentre outras, passagens por porte ilegal de arma de fogo, extorsão e cárcere privado.

Leia Também:  Em Goianésia, ladrões invadem escola municipal e furtam até os produtos para fazer a merenda das crianças

Dos quatro militares envolvidos na ação, três teriam efetuado cerca de 18 disparos. Após a ação, a Polícia Civil (PC) foi acionada e ouviu o tenente responsável pela ação, que justificou ter reagido depois de um dos supostos suspeitos ter atirado contra os policiais. Um terceiro homem, que estava em outro veículo, teria fugido do local.

Através de nota, a PC disse que “os homicídios já estão sendo investigados pela Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH)”.

No entanto, ao contrário do que alegam os militares, um vídeo filmado por um dos homens que estariam em um Hyndai HB20 preto, antes de ser morto, mostra que não houve disparo de arma de fogo por parte dos ocupantes do carro. Depois dos tiros dos policiais, um deles é flagrado pegando um armamento dentro de uma sacola branca, atirando para o chão, e colocando o objeto na cena do suposto confronto.

A PM através de nota aponta que “após tomar conhecimento das imagens, agiu prontamente, determinando a imediata instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM) e o afastamento dos militares de suas atividades.” Além disso, diz que “os militares já foram inquiridos e estão à disposição da autoridade militar responsável pelo inquérito” e que não compactua com “qualquer desvio de conduta praticado por seus membros”.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PM é acionada após homens serem atingido por disparos, em Rianápolis

Em decorrência da necessidade de atendimento médico especializado, os dois indivíduos foram encaminhados para Ceres. A equipe policial acompanhou os feridos, garantindo a segurança e a integridade física dos envolvidos.

Publicados

em

Cidade de Rianápolis no Vale do São Patrício.

A Polícia Militar (PM) foi acionada na noite desta terça-feira (16), para responder a relatos de disparos de arma de fogo, com dois indivíduos feridos em Rianápolis no Vale do São Patrício. Os militares ao chegarem no local, confirmou a veracidade dos relatos, embora o autor dos disparos já tivesse fugido.

A PM foi informada posteriormente, que os dois feridos haviam sido levados ao posto de saúde do município. Os policiais ao chegar na unidade de saúde, a equipe encontrou o indivíduo com uma lesão de perfuração por arma de fogo no braço direito e algumas escoriações pelo corpo. Um outro indivíduo não foi atingido por disparos de arma de fogo, mas apresentava um deslocamento no ombro.

As vítimas ao serem questionadas sobre os fatos, ambos afirmaram não se lembrar do ocorrido e declararam não ter informações a fornecer. Um levantamento dos antecedentes criminais foi realizado, não sendo encontrado nenhum mandado de prisão em aberto até a data atual.

Leia Também:  Em Jaraguá, homem que responde por estupro é preso por tentativa de roubo de celular

Em decorrência da necessidade de atendimento médico especializado, os dois indivíduos foram encaminhados para Ceres. A equipe policial acompanhou os feridos, garantindo a segurança e a integridade física dos envolvidos.

A Polícia Civil (PC) já está investigando o crime. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA