Em Niquelândia, servidores da Saúde paralisam serviço

Publicados


Na manhã de ontem (29) servidores municipais da Saúde de Niquelândia paralisaram as atividades para protestar contra atrasos em pagamentos. O objetivo era cobrar da Secretária Municipal de Saúde Erica Spíndola o depósito de vencimentos de novembro e dezembro de 2016, 30% do décimo terceiro daquele ano e o pagamento de dezembro de 2017.

A concentração ocorreu no auditório da secretaria. As informações são do Sindicato dos trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (Sindsaúde/GO).

Conforme o servidor Neilo José da Silva, a manifestação rendeu uma reunião com a secretária às 14h. “Ela apareceu lá e combinou conosco uma reunião às 14h para discutir o assunto. Tem muito tempo que estamos passando por esse problema, tem salário que atrasa até três meses antes de ser quitado. Estamos todos endividados, pegando dinheiro emprestado no cheque-especial para honrar os compromissos”, denuncia.

Neilo, que é técnico de Análises Clínicas do Hospital Municipal Santa Efigênia, revela que o atendimento ao público só não está paralisado por completo porque funcionários com contratos temporários estão realizando o serviço.

Leia Também:  Atlético massacra Jaraguá e assume a liderança do Goianão

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Pai negro desabafa em rede social após receber questionamento da cor do filho recém-nascido, em Goiânia

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA