Luto

Empresária de Goianésia morre após realizar cirurgias plásticas em clínica

A vítima sentiu muitas dores e chegou a voltar à unidade, mas funcionários teriam afirmado que ela estava “forte” e não precisava de cuidados extras.

Publicados

A empresária Fábia Portilho tinha 52 anos. Foto: Reprodução

Uma empresária identificada como Fábia Portilho de 52 anos, morreu nesta terça-feira (7), após complicações de cirurgias plásticas malsucedida, realizadas no Hospital Unique, em Goiânia.

Fábia era proprietária de um hotel de luxo em Goianésia no Vale do São Patrício. Ela havia realizado operações de mamoplastia e lipoaspiração na sexta-feira (3).

No entanto, ela teria começado a sentir dores abdominais quatro dias após os procedimentos, quando decidiu voltar à unidade de saúde na terça-feira (7), solicitando, por volta das 11h00, uma tomografia para saber o que havia ocorrido.

Ocorre que funcionários da clínica não deram prosseguimento ao atendimento da paciente, que chegou ao local gritando de dor.

De acordo com a família de Fábia, os colaboradores indicaram que não realizariam a consulta, pois ela “era uma mulher forte”, e não precisava.

Assim, ao constatarem a falta de cuidado médico, os parentes de Fábia solicitaram que ela fosse liberada, pois a levariam para outro hospital.

Leia Também:  Corpo de Bombeiros ministra palestra de primeiros socorros aos servidores de colégio em Rubiataba

Demora

Para que fosse efetivada a dispensa de Fábia, ela precisou aguardar cerca de 03h para a entrega do laudo médico.

Logo, por volta de 21h00, passadas mais de 10 horas desde o check-in no primeiro hospital, a vítima foi transferida para outra unidade hospitalar. Ele faleceu antes mesmo de receber os primeiros socorros no local.

O caso agora ficará a cargo da Polícia Civil (PC) as investigações que devem apurar se houve negligência por parte da clínica, e os motivos pelos quais a empresária teve complicações nas operações.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

VALE DO SÃO PATRÍCIO

Em Crixás, cobra cai do teto em cima de suporte de soro em unidade de saúde

De acordo com a paciente, ao ouvir os gritos pensou que era uma brincadeira. Uma outra serpente foi vista no local há menos de um ano.

Publicados

em

Em Crixás, cobra cai do teto em cima de suporte de soro em unidade de saúde. Fotos: Reprodução

Uma cobra caiu do teto em cima do suporte de soro que era usado por uma paciente em um posto municipal de saúde de Crixás no Vale do São Patrício. Conforme a paciente, Sandra Santos, quando ouviu que tinha uma cobra próximo ao acesso venoso, pensou que se tratava de uma brincadeira, mas ao ver o animal, sentiu muito medo. O fato ocorreu na última quinta-feira (23).

“Elas gritaram ‘olha a cobra lá no soro’. Eu pensei que era uma brincadeira. Quando olhei de lado e vi ela olhando pra mim, aquilo foi uma cena de medo mesmo, tive vontade de sair correndo, mas eu não podia. Foi um medo tremendo”, disse a paciente.

A paciente que é cabeleireira, contou que após encontrarem o animal, todos saíram correndo em busca de alguém que pudesse ajudar na situação inusitada. Um vizinho foi encontrado, derrubou a cobra do suporte e a matou.

Leia Também:  Mulher é furtada em Goianésia por homem que conheceu em aplicativo de encontro

Sandra contou ainda que há menos de um ano, viu outra serpente na mesma unidade de saúde, quando saia da sala de medicamentos. “Eu saindo da sala de medicamento, entrei em outra sala e ela já estava perto da porta, eu gritei”, disse a paciente.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA