2ª fase da Operação Cash Back

Ex-gerente de banco em Goiás que ostentava vida de luxo roubando cliente é preso em aeroporto do DF; Assista

O ex-gerente teria subtraído cerca de R$ 190 mil da conta de um cliente, se aproveitando da posição dentro da instituição financeira.

Publicados

Ex-gerente de banco em Goiás que ostentava vida de luxo roubando cliente é preso em aeroporto do DF. Foto: PC

Em uma ação conjunta entre a Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) e a Polícia Federal (PF), foi realizada a prisão preventiva de um ex-gerente de banco nesta sexta-feira (21), no Aeroporto Internacional de Brasília. O homem que não teve a identidade divulgada é suspeito de desviar R$ 190 mil de um cliente da instituição financeira privada e a prisão decorre da 2ª fase da Operação Cash Back.

A investigação chegou ao suspeito na segunda-feira (17), quando a Delegacia de Polícia Civil de Aruanã cumpriu mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em desfavor de um funcionário do banco suspeito de subtrair valores da conta de um cliente. Na ocasião da ação, foram encontrados dois cartões em nome do ex-gerente, que foi demitido da instituição em maio deste ano.

As diligências da PC revelaram que o ex-gerente era o superior hierárquico do funcionário preso na segunda-feira e também estava envolvido no esquema criminoso. Quando do cumprimento do mandado de prisão hoje, o suspeito retornava de uma viagem ao exterior que, segundo a PC, pode ter sido custeada com o dinheiro desviado da vítima.

Leia Também:  Em Jaraguá, PM realiza prisão de neto que ameaçava a avó de 68 anos e invadiu sua casa

As investigações da PC ainda continuam em andamento para apurar se o suspeito também furtou valores de outros clientes da instituição financeira.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PM realiza prisão de homem em Ipiranga de Goiás, por suspeita de causar danos ao patrimônio público e desacatar policiais

Em decorrência dos fatos, o homem foi encaminhado para o Hospital de Rubiataba para a realização de relatório médico e em seguida para à Delegacia de Polícia Civil também de Rubiataba, para os procedimentos de praxe.

Publicados

em

PM realiza prisão de homem em Ipiranga de Goiás, por suspeita de causar danos ao patrimônio público e desacatar policiais. Fotos: PM

Por volta de 01h15 da madrugada desta quarta-feira (17), a Polícia Militar (PM) de Nova Glória no Vale do São Patrício, foi acionada após receber uma denúncia de dano ao patrimônio público em uma praça localizada em frente à Igreja Católica na cidade de Ipiranga de Goiás. A PM ao receber a denúncia recebeu informações que o suspeito seria um homem magro, vestindo camisa preta e chapéu de palha.

Os militares ao chegarem no, com o apoio de uma equipe do Batalhão Rural da PM, encontraram um indivíduo que correspondia à descrição informada. Assim, o homem foi abordado e recebeu voz de prisão por dano qualificado. Em decorrência do estado alterado e nervoso do suspeito, foi necessário o uso de algemas para garantir sua integridade física e a dos policiais.

Após ser realizada a prisão, o homem foi identificado. Os militares localizaram a testemunha que realizou a denúncia, reconhecendo o homem como autor do crime. Uma outra testemunha que também presenciou o dano causado reconheceu o suspeito.

Leia Também:  Empresário que lambeu arma e pediu golpe militar é preso em SP

Na mesma ocasião, foi realizado um levantamento dos danos pelo chefe de gabinete da prefeitura, sendo listado os itens danificados, sendo dois postes pequenos e quatro globos de vidro na Praça Municipal.

Em decorrência dos fatos, o homem foi encaminhado para o Hospital de Rubiataba para a realização de relatório médico e em seguida para à Delegacia de Polícia Civil também de Rubiataba, para os procedimentos de praxe.

De acordo com a PM, durante o trajeto para Rubiataba, o homem desacatou os militares, proferindo insultos como: “Essa farda nojenta depende de nós” e “Quero que vocês vão parar na cadeia, porque são policiais corruptos”. Assim, face às ofensas, ele também foi autuado pelo crime de desacato, conforme o artigo 331 “desacato” do Código Penal.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA