Goiás será o primeiro Estado a zerar número de famílias em situação de vulnerabilidade social

Publicados


Goiás será o primeiro estado do país a zerar o número de famílias em situação de vulnerabilidade social. O Renda Cidadã, criado pelo governo de Goiás, e que até agora beneficiava cerca de 70 mil famílias, foi ampliado dentro do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social, e atenderá 100 mil assistidos. Após passar por reestruturação, a iniciativa elevou ainda o valor do repasse, que era de R$ 80 e passou para R$ 100. “Essa agenda é voltada para a cidadania”, afirma o vice-governador Zé Eliton, coordenador-geral do programa.

“A meta é zerar, até o final 2018, o número de famílias em situação de vulnerabilidade social no estado”, diz Zé Eliton.  “Somos pautados pelo respeito e pela ação construtiva, tendo por base uma nova política, que ampare aos que mais precisam”, afirma. “Semeamos a semente da esperança dentro de um estado que constrói obras importantes e amplia ações de proteção e amparo aos que mais precisam”, destaca.

Leia Também:  Em Goiás, Ronaldo Caiado anuncia vacinação contra Covid-19 a partir de fevereiro de 2021

As inscrições ocorreram durante as solenidades de lançamento do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social nos municípios goianos. Os eventos foram encabeçados pelo vice-governador Zé Eliton, secretários Cidadã, Lêda Borges; Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita; extraordinário de Supervisões das Execuções do Programa Goiás na Frente, Talles Barreto; de Habitação, João Gomes; além de ​ Luiz Stival e Warner Barbosa (Vavá), presidente e vice-presidente da Agência Goiana de Habitação, respectivamente.

Zé Eliton ressalta que, por meio do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social programas sociais como o Renda Cidadã, Jovem Cidadão e Cheque Reforma são ampliados, garantindo mais qualidade de vida à população que depende de auxílio do governo em políticas sociais. Terão prioridade pessoas portadoras de deficiência física.

“O governador Marconi Perillo fez muito pela proteção social dos goianos. Veio de família humilde e conhece as necessidades da população”, ressalta Zé Eliton. “Visitei os municípios para levar o Goiás na Frente Terceiro Setor – Social com a consciência de quem conhece as dificuldades dos mais pobres e mais humildes”, declara.

Leia Também:  Prefeitos da Grande Goiânia decidem ampliar restrições para conter o coronavírus

Além dos principais municípios goianos, que já receberam as equipes do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social, a iniciativa vai chegar a todas as cidades e inscrever interessados nos programas sociais do Governo de Goiás nos 246 municípios. Várias frentes de trabalho, compostas por representantes da vice-governadoria, agências e secretarias percorrem as regiões do Estado.

Lançada pelo governo do Estado em outubro de 2017, a vertente social do programa Goiás na Frente destina R$ 60 milhões para ampliação de atendimentos dos programas sociais do Estado, a exemplo do Renda Cidadã e Cheque Reforma. Dentro deste programa, a Agehab conta com R$ 30 milhões para promover a reforma de 10 mil moradias precárias. O objetivo é priorizar nesse primeiro momento o atendimento às famílias com portadores de necessidades especiais para que possam readequar as moradias, assegurando condições de acessibilidade.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESTADO

Conheça a fotografia das Cavalhadas de Pirenópolis que ganhou 1º lugar em concurso da Wikipédia

Registro da fotógrafa Michelly Matos foi feito no circuito de 2023 e agora concorre à etapa internacional da premiação. Secult Goiás lançou fotolivro dos festejos com versão impressa e on-line.

Publicados

em

Conheça a fotografia das Cavalhadas de Pirenópolis que ganhou 1º lugar em concurso da Wikipédia.

Com foto que registra os mascarados das Cavalhadas de Pirenópolis, Michelly Matos é a ganhadora do concurso de fotografia da Wikipédia. O Wiki Loves Cultura Popular (WLCP), também conhecido como Wiki Loves Folklore (WLF) em inglês, é uma competição fotográfica anual, organizada por membros da comunidade Wikimedia em todo o mundo. Em 2024, Michelly Matos conquistou o primeiro lugar na etapa nacional com a foto Cavalhadas de Pirenópolis (GO) e agora concorrerá com fotografias de todo o mundo na etapa internacional.

Para Michelly Matos, “esse prêmio é resultado de muita dedicação, sensibilidade e renúncias. Significa ser reconhecida enquanto artista e goiana de coração. Trazer um prêmio para o estado que me acolheu ainda criança, quando ser fotógrafa era um sonho distante, é uma retribuição do quanto fui e sou feliz aqui. Minha primeira vez ganhando prêmio em 1º lugar. É uma confirmação de que estou ao lado de pessoas excepcionais agregando e enriquecendo com muita sensibilidade e amor, a cultura do Estado”.

Leia Também:  Em Goiás, pedágios das BRs-060 e 153 terão que aceitar Pix como forma de pagamento

A fotógrafa registrou as Cavalhadas em 2023 para o Idheas, organização social que operacionalizou o Circuito Cavalhadas junto ao Governo de Goiás e também faz parte da equipe oficial de cobertura das Cavalhadas 2024. Seu trabalho tem como foco a beleza da diversidade. Além da cultura popular e de registros das manifestações culturais de Goiás, Michelly tem uma relação íntima com associações e instituições de atenção a pessoas com deficiência, em especial com o Instituto Nacional de Nanismo.

Você pode conferir mais registros de Michelly Matos em suas redes do instagram, no perfil @michellymatoss; e também no fotolivro do Circuito das Cavalhadas, disponibilizado pelo Governo de Goiás, no portal da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), pelo link abre.go.gov.br/eb9b025.

Fotolivro Circuito das Cavalhadas 2023

Produzido pela Secult Goiás, com apoio da Universidade Federal de Goiás (UFG) e do Instituto Idheas, o fotolivro traz 92 páginas com registros fotográficos das batalhas entre cristãos e mouros de 2023, com suas princesas e personagens, além de informações e curiosidades que retratam a grandiosidade das festas, a devoção religiosa e a vibração da comunidade durante as Cavalhadas.

Leia Também:  Governo de Goiás cria Bolsa Uniforme para alunos de colégios militares

A publicação é produzida pela Secult Goiás, com apoio da Universidade Federal de Goiás (UFG) e do Instituto Idheas, e também um mapa das localidades que realizam os festejos.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA