Harley-Davidson vai lançar bicicleta elétrica de visual retrô

Publicados


source
Bicicleta elétrica Harley-Davidson
Divulgação

Bicicleta elétrica Harley-Davidson será lançada no mês que vem, quando serão divulgados mais detalhes da novidade da marca americana


A americana Harley-Davidson tem tentado nos últimos anos diversificar os seus negócios para além das tradicionais motos da empresa equipadas com os motores V2. Além do modelo elétrico LiveWire, a marca irá revelar em novembro no mercado a sua primeira bicicleta elétrica.


A bike elétrica traz um visual retrô e foi inspirada na primeira moto criada em 1903 por William S. Harley e Arthur Davidson, os dois fundadores da fabricante Harley-Davidson . Chama a atenção o quadro em preto brilhante com farol e lanternas integrados, combinado com o assento marrom, os pneus de borracha branca e até transmissão por correia de borracha, mesmo sistema que é utilizado na moto elétrica LiveWire.

Apesar de levar estampada a marca “Harley-Davidson”, a bike que será comercializada a partir de março de 2021 por uma empresa chamada Serial 1 Cycle Company, cujo nome foi tirado justamente da moto mais antiga da marca baseada em Miwaukee (EUA).

Esse parentesco tão próximo é explicado pelo fato de a Serial 1 ser uma subsidiária da Harley-Davidson criada especificamente para produzir e vender bicicletas elétricas, sendo liderada inclusive por executivos com passagem pelo fabricante de motos, numa lista que inclui o presidente, Jason Huntsman, e o chefe de desenvolvimento de produto, Ben Lund.

Leia Também:  Sedã híbrido, Lexus ES 300h 2021 estreia com novos equipamentos

“A Serial 1 Cycle Company combina a capacidade de desenvolvimento de produtos e a liderança da Harley-Davidson entre os veículos de duas rodas de propulsão elétrica com a agilidade e inovação de uma startup criada especificamente para as bicicletas e seu público”, destaca a Serial 1 em nota divulgada no seu site.

Apesar de ter divulgado as primeiras imagens do novo modelo, a Harley-Davidson (ou a Serial 1, se preferir) guardou para o lançamento, no mês que vem, as informações técnicas da sua primeira bike, como a autonomia das baterias e a potência do motor. O preço também não foi divulgado.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Veja quanto custa rodar 500 km com os 5 carros mais vendidos no Brasil

Publicados

em


source

Um levantamento de preços feito pela empresa Ticket Log apontou que o litro de etanol no Brasil fechou novembro com preço médio de R$ 3,629. Aumento de 3% em relação ao mês anterior e 1,5% a mais do que em novembro de 2019.


Na divisão por estados, o maior preço registrado para o combustível vegetal foi o do Rio Grande do Sul, onde o valor médio na bomba é de R$ 4,323. Já o melhor preço foi o registrado em São Paulo, onde o etanol apresentou o preço de R$ 2,993 para o litro. Além de São Paulo, o álcool combustível foi o combustível mais vantajoso para o bolso apenas em mais quatro unidades federativas: Paraíba, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais.

Para ajudar o consumidor a fazer os cálculos, a reportagem do iG Carros fez a conta de quanto custa para rodar 500 km com um litro de etanol com os cinco carros de passeio mais vendidos atualmente no mercado brasileiro.

Foi considerado o preço do combustível em São Paulo e os dados de consumo das versões mais econômicas de cada modelo, segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, do Inmetro .

Esses dados de consumo oficiais foram obtidos em testes de laboratório . No mundo real, os resultados podem variar de acordo com fatores como trânsito, carga do veículo e estilo de direção do motorista. Confira abaixo.

Leia Também:  Flagra! Pegamos o VW Taos com pouca camuflagem antes da estreia

1 – Chevrolet Onix 1.0 – R$ 128 (estrada) e R$ 151 (cidade)

Chevrolet Onix LT
Divulgação

Novo Chevrolet Onix é o modelo mais vendido do Brasil e um dos mais econômicos disponíveis hoje em dia no País


A versão mais econômica do hatch compacto Chevrolet Onix está equipada com o motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 82 cv, que sempre é combinado a um câmbio manual de seis marchas.

Capaz de rodar até 11,7 km/l (estrada) e 9,9 km/l (cidade) com etanol, está equipado com um tanque de 44 litros. O Onix 1.0 tem autonomia de 514,8 km no uso rodoviário e 435,6 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 128 (estrada) e R$ 151 (cidade).

2 – Hyundai HB20 1.0 Sense MT – R$ 134,50 (estrada) e R$ 164,50 (cidade)

Hyundai HB20 1.0 Turbo
Divulgação

Hyundai HB20 1.0 Turbo também figura entre os mais procurados nas lojas depois que suas vendas deslancharam


As versões equipadas com o motor 1.0 aspirado de 80 cv e o câmbio manual de cinco marchas são as mais econômicas do compacto do Hyundai HB20 .

Capaz de rodar até 10,1 km/l (estrada) e 9,1 km/l (cidade) com etanol, está equipado com um tanque de 50 litros. O HB20 1.0 aspirado tem autonomia de 505 km no uso rodoviário e 455 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 134,50 (estrada) e R$ 164,50 (cidade).

3 – Chevrolet Onix Plus LT – R$ 119,50 (estrada) e R$ 148 (cidade)

Chevrolet Onix Plus
Divulgação

Chevrolet Onix Plus: vetsão sedã do Onix é o modelo mais vendido do segmento hoje em dia, pelos dados da Fenabrave


A versão de entrada do Onix Plus , a 1.0 LT, usa o mesmo conjunto mecânico do Onix básico, composto pelo motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 82 cv, combinado a um câmbio manual de seis marchas.

Leia Também:  Sedã híbrido, Lexus ES 300h 2021 estreia com novos equipamentos

Mas favorecido pela carroceria mais aerodinâmica, é capaz de rodar até 12,5 km/l (estrada) e 10,1 km/l (cidade) com etanol. Equipado com um tanque de 44 litros, o Onix Plus 1.0 tem autonomia de 550 km no uso rodoviário e 444,4 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 119,50 (estrada) e R$ 148 (cidade).

4 – Volkswagen Gol 1.0 – R$ 148 (estrada) e R$ 164,50 (cidade)

Volkswagen Gol
Divulgação

VW Gol 2020: veterano da VW se mantém entre os mais vendidos até hoje no Brasil, mesmo depois de 40 anos do lançamento


O Volkswagen Gol 1.0 usa um motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 84 cv, combinado a um câmbio manual de cinco marchas.

O hatch compacto é capaz de rodar até 10,1 km/l (estrada) e 9,1 km/l (cidade) com etanol. Está equipado com um tanque de 55 litros, que permite uma autonomia de 556 km no uso rodoviário e 501 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 148 (estrada) e R$ 164,50 (cidade).

5 – Ford Ka 1.0 S:  R$ 138,50 (estrada) e R$ 161 (cidade)

Ford Ka
Roberto Assunção

Ford Ka tem um dos conjuntos mais bem acertados entre os hatches compactos mais em conta hoje em dia no Brasil


O Ka 1.0 usa em todas as versões um motor de três cilindros e até 85 cv, combinado a um câmbio manual de cinco marchas.

Ford Ka 1.0 é capaz de rodar até 10,8 km/l (estrada) e 9,3 km/l (cidade) com etanol . Está equipado com um tanque de 51 litros, que permite uma autonomia de 550,8 km no uso rodoviário e 474,3 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 138,50 (estrada) e R$ 161 (cidade).

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA