Política

Maguito vai doar salário de prefeito enquanto estiver afastado para tratar complicações da Covid-19

Vencimentos brutos são de mais de R$ 27 mil, mas valores líquidos é que retornarão aos cofres públicos. Ordem é que montante seja usado em ações de combate à Covid-19

Publicados

O prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), que está internado tratando complicações do novo coronavírus (Covid-19), vai doar seu salário aos cofres públicos enquanto estiver afastado do cargo, de acordo o que informou sua assessoria de imprensa neste sábado (2). Recém-empossado, o político está há mais de dois meses em um leito de UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Atualmente, o vencimento bruto do prefeito é de mais de R$ 27 mil e será doado o valor líquido deste montante, uma vez que os tributos são retidos na fonte. A orientação, ainda de acordo com a assessoria, é para que o dinheiro seja usado nas ações de combate ao coronavírus.

Mesmo internado e sem ter como conversar por estar traqueostomizado, Maguito foi empossado prefeito na sexta-feira (1) de forma virtual e através de assinatura eletrônica.

No mesmo dia, durante a primeira sessão da nova legislatura da Câmara Municipal, os vereadores aprovaram o afastamento de Maguito face ao tratamento. Com isso, o vice, Rogério Cruz (Republicanos), assume interinamente a administração municipal.

Leia Também:  Perícia do Senado comprova que não houve crime de responsabilidade de Dilma

Quem compara lê o JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESTADO

Pires do Rio: Furou fila… Secretário de Saúde pede “escusas” após furar fila e mandar vacinar esposa; Vídeo

Publicados

em

O senhor Assis Silva, secretário municipal de Saúde de Pires do Rio, pediu desculpas e reconheceu que furou a fila ao vacinar a sua esposa contra a Covid-19, mesmo que ela não esteja entre os grupos prioritários na primeira fase de imunização. Assim realizou uma live na manhã desta sexta-feira (22) em que pede “escusas” e justificou dizendo que é “capaz de dar” sua “própria vida por ela”.

Em uma parte do texto lido, Assis se dirige à Deus para pedir as escusas. “Eu quero pedir perdão para Deus, perdão à Igreja. Pedir desculpas aos que confiaram no projeto e colocaram na minha mão. Quero pedir desculpas a toda à população de Pires do Rio”. Quero me redimir por tudo o que aconteceu. Peço desculpas a Deus e peço à ele, imploro a ele que ele aceite as minhas escusas e foi com intuito apenas de resguardar e preservar a saúde e a vida da mulher da minha vida. Sou capaz de dar a minha própria vida por ela”.

Leia Também:  Com dívidas, prefeitura de Nova Glória desliga energia das ruas

Assis ainda contou parte de sua história e trajetória ao lado da sua esposa. “Essa que está comigo, está comigo há 52 anos. Em 1969 nos casamos e ao longo desses anos sempre procurei ser o provedor e protetor dessa união”, enfatizou. “Ela me acompanha em todas as unidades de saúde. Praticamente se tornou uma voluntária na prestação de auxílio juntamente comigo. Ela tem prioridade porque está na área de risco com mais de setenta anos”, argumentou.

O titular da pasta da saúde pontuou que cometeu “por um vacilo e descuido, um erro”, assim como nomes bíblicos tais quais “Abraão, Isaque, Jacó, Davi, Moisés, apóstolos Paulo, Pedro e João também erraram”, justificou.

Assis pede para que o vídeo seja compartilhado para que outros possam ver as explicações em torno de sua justificativa.

A Prefeitura de Pires do Rio, informou que “as devidas providências já estão sendo tomadas e que a apuração dos fatos já está sendo realizada”.

JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA