Opinião

Nossa viagem futura

Não se vive por acaso, tampouco para si. Viver para a semeadura do conhecimento, da bondade e do amor é uma forma segura de pavimentar nossa trilha para chegar cada dia mais próximos de Deus.

Publicados

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

Rever parentes que há muitos anos não se via é salutar para reafirmar os laços familiares e o bem querer. Somos todos uma grande família e o tempo descortina o que temos na essência. Não somos seres que vivem para a matéria, mas o contrário. Somos espíritos que se utilizam da matéria para a perfectibilidade maior. Temos as sementes divinas, mas precisamos do cuidado e dos esforços para a correta germinação, desenvolvimento e frutificação.

Jesus Cristo é o jardineiro fiel que abençoa a todos e que não esquece de ninguém. Neste sentido, refletir sobre o passado e admirar o futuro representa planejar o presente para aproveitar cada momento.

Viver com sabedoria é ser aberto às aprendizagens e às lições do mundo. Quem aprende rápido acumula melhores resultados das escolhas do que aqueles que preferem persistir nos equívocos. Somos sempre o que escolhemos ser e fazer. Cabe a cada um ter a disciplina e a atitude de eterno aprendiz.

O tempo passa, a velhice do corpo vem, mas a tranquilidade da consciência leve chega apenas para aqueles que souberam semear as boas obras no seu devido momento. Olhar para o passado é uma volta a si como também as oportunidades realizadas, bem como os desperdícios. Infelizmente nem todos partem com a missão cumprida, quando a derradeira hora chegar. A viagem através do Aquerontes é certa, mas nem todos se preparam de modo adequado.

Leia Também:  Um grande gestor sabe gerir conflitos

Não se vive por acaso, tampouco para si. Viver para a semeadura do conhecimento, da bondade e do amor é uma forma segura de pavimentar nossa trilha para chegar cada dia mais próximos de Deus.

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTIGO

Fé viva

O mundo interior é como legítimo campo de produção. Devemos ter zelo nas leituras que nutrem a nossa mente, assim como as ações e atitudes que auxiliam na moldagem de nosso caráter.

Publicados

em

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

Deus nos oferece os recursos e as oportunidades, mas cabe a nós o esforço edificante para nutrir, proteger, crescer o projeto pessoal de realizações. Através da disciplina no trabalho e a constância na vontade, as obras aparecem e se multiplicam. Não é fruto do acaso ou da sorte, como muitos imprevidentes acreditam, mas da semeadura que frutifica no tempo.

O mundo interior é como legítimo campo de produção. Devemos ter zelo nas leituras que nutrem a nossa mente, assim como as ações e atitudes que auxiliam na moldagem de nosso caráter. A fé viva e a identificação com Deus representam conquistas sublimes. É imprescindível defender tal patrimônio com energia e cuidados para o devido progresso.

Além disso, não se conquistam luzes para deixá-las escondida sob o pano, mas para mostrá-las à todos (Mateus 5:15). Precisamos não apenas trilhar o caminho correto, como também de inspirar os demais a fazer o mesmo. Quando há a colaboração, as obras e as realizações acontecem de forma acelerada e com produtividade.

Leia Também:  Agir como sujeito ou como zumbi?

O ciclo virtuoso entre fé e obras acaba contemplando o discípulo fiel com os beneméritos de conquistas que expandem os horizontes. É o entrelaçamento do ser com o universo de modo a tornar ainda mais apto a novas conquistas. Na parábola dos talentos, Jesus nos estimula a vencer os medos e a romper a inércia para que as conquistas maiores apareçam. A fé constrói montanhas por onde se eleva o indivíduo em sua jornada sagrada.

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA