Nota de Falecimento

Pelé, Rei do Futebol morre aos 82 anos

O maior jogador da história, Pelé estava sob cuidados paliativos, no Hospital Albert Einstein, após tratamento quimioterápico não apresentar respostas.

Publicados

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, Rei do Futebol, morreu aos 82 anos. Foto: Satish Bate/Hindustan Times/Getty Images.

O Rei do Futebol, Pelé, morreu nesta quinta-feira (29), em São Paulo, aos 82 anos. O ex-jogador estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, desde o dia 29 de novembro. A morte ocorre após um mês de internação.

No dia 3 de dezembro, ele entrou em cuidados paliativos exclusivos após não apresentar respostas ao tratamento quimioterápico que vinha fazendo para tratamento de um câncer no intestino desde setembro do ano passado.

Essa última internação de Pelé ocorreu após o Rei do Futebol apresentar um quadro de anasarca (inchaço generalizado), uma síndrome edemigêmica (edema generalizado) e uma insuficiência cardíaca descompensada.

Na semana passada, no dia 22, o boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein apontou que o estado de saúde de Pelé piorou. O ex-jogador precisou de cuidados relacionados às disfunções renal e cardíaca.

Pelé morreu aos 82 anos. Foto: Friedemann Vogel/Getty Images.

“Internado desde 29 de novembro para uma reavaliação da terapia quimioterápica para tumor de cólon e tratamento de uma infecção respiratória, Edson Arantes do Nascimento apresenta progressão da doença oncológica e requer maiores cuidados relacionados às disfunções renal e cardíaca”, diz o boletim, assinado pelos médicos Fábio Nasri, Rene Gansl e Miguel Cendoroglo Neto.

Leia Também:  PRF reforça policiamento para o carnaval nas BRs goianas

Pelé foi diagnotiscado com um câncer de intestino no dia 31 de agosto de 2021, após exames de rotina que o craque deveria ter feito em 2020, mas foram adiados por causa da pandemia da Covid-19. Quatro dias depois, ele passou pela primeira cirurgia para retirada do tumor.

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. Foto: Alex Gotfryd/Corbis/Getty Images.

Após a cirurgia, Pelé iniciou sessões de quimioterapia. Em alguns períodos, como em dezembro do ano passado, precisou ser internado. Sempre de bom humor, o craque brincava nas redes sociais a cada internação.

Em fevereiro deste ano, Pelé publicou às vésperas do Super Bowl: “Tomara que tenha pipoca para assistir ao Super Bowl logo mais. Estarei vendo, apesar de meu amigo Tom Brady não estar jogando. Obrigado por todas as mensagens de carinho”.

Durante a Copa do Catar, Pelé também publicou postagens em suas redes sociais. No dia do segundo jogo do Brasil, 28 de novembro, contra a Suíça pela fase de grupos, o Rei brincou sobre as dificuldades da equipe no primeiro tempo.

Pelé. Foto: Satish Bate/Hindustan Times/Getty Images.

“Como vocês estão depois deste primeiro tempo? Como diria meu amigo, Galvão Bueno: Haja coração. Eu acredito na vitória, e vocês?”, postou Pelé – o Brasil venceu no segundo tempo, pelo placar mínimo.

Leia Também:  Rialma: PC realiza prisão de pai investigado por estuprar a filha quando sua esposa estava grávida

Em 1º de dezembro, foi publicado um texto em que Pelé agradece o Catar pelas homenagens feitas a ele no país que recebeu a Copa do Mundo em 2022, conquistada pela Argentina.

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. Foto: Pictorial Parade/Archive Photos/Getty Images.

Além do câncer, Pelé teve complicações de três cirurgias realizadas nos últimos anos. Uma para colocação de prótese no quadril e outras duas para corrigi-la. O Rei do Futebol, também nos últimos anos, apresentou problemas de locomoção após dores no joelho.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Porangatu: Idoso de 90 anos é o estudante mais velho da rede pública em Goiás

O idoso também faz sucesso com vídeos nas redes sociais, onde tem mais de 13 mil seguidores e coleciona admiradores. Conforme os professores, faça chuva ou faça sol, o idoso vai para escola estudar.

Publicados

em

Manoel de Souza Alcântara indo para a escola e fazendo suas tarefas. Foto: Reprodução.

Com uma garrafa de água, caderno, lápis e seu “radinho” dentro da mochila, Manoel de Souza Alcântara pega o ônibus diariamente às 6h30 para ir à escola. Manoel aos 90 anos, o idoso, morador de Porangatu é o aluno mais velho da rede estadual de ensino em Goiás. Além do gosto pelo estudo, ele faz sucesso com vídeos nas redes sociais, onde tem mais de 13 mil seguidores e coleciona admiradores.

“O tio Manoel sempre foi muito criativo, ele sempre teve uma inteligência empírica muito grande”, disse Brenda da Silva, sobrinha de consideração de Manoel, que o matriculou na escola.

Manoel é aluno do 6º ano na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que fica a pouco mais de 3 km da casa dele. Nilza Pereira de Oliveira, que é dona de casa e ajuda a cuidar de Manoel, conta que ele faz questão de ir à escola todos os dias, e quando perde o ônibus, recorre para a bicicleta.

“Quando ele perde o ônibus, ele vai sozinho de bicicleta. A gente fica com medo dele andar sozinho, mas ele vai”, explicou.

Leia Também:  Em Cocalzinho de Goiás, jogador de futebol amador é vítima de racismo

O idoso, que tem deficiência mental leve, começou a frequentar a escola em 2017 por incentivo de Brenda Priscila Fraga da Silva, de 37 anos, neta de Nilza e sobrinha de consideração de Manoel, que também ajuda a cuidar do idoso. Brenda também incentivou Manoel a gravar vídeos para a internet.

“Eu falei: ‘Tio Manoel, vamos fazer um vídeo dançando?’ e ele foi aceitando. Ele foi criando gosto, via os vídeos dele, dava risada e a gente não parou mais, porque ficamos felizes com o resultado”, explicou.

Os professores de Manoel contam que, apesar da idade, a disposição dele é de um jovem, devido a grande a empolgação pelos estudos e pela escola.

“Faça chuva, faça sol, ele não falta. Ele não gosta de faltar aula. É até um incentivo pra quem tem a idade dele mas não quer estudar porque tem vergonha”, disse a professora Rosalinda Pereira.

Mesmo sem saber ler ou escrever, Nilza explica que Manoel não deixa de fazer nenhuma das tarefas.

“Ele faz as tarefas dele direitinho: pinta, desenha. Às vezes a Brenda ajuda ele”, explicou.

Leia Também:  Carro sai da pista, capota e motorista morre na BR-158 ao ser lançado para fora do veículo

Apesar de o documento de identidade de Manoel dizer que ele tem 90 anos, a suspeita é que ele seja ainda mais idoso. Brenda conta que, em dezembro, os irmãos mais novos dele entraram em contato com ele e disseram que Manoel tem 95 anos.

Ela explicou que, quando Manoel conheceu sua avó Nilza, andando sem lugar pelas fazendas, ele foi acolhido por ela e seu avô. Desde então, permaneceu aos cuidados da família, que providenciou a documentação dele.

“Quando o tio Manoel chegou até nós, ele não tinha documento nenhum, mas ele teve um problema de saúde e meu avô precisou arrumar a documentação dele com urgência para levar ele aos tratamentos médicos. Na época, eles estipularam a idade dele”, explicou.

“Ele não tem nosso sangue, mas sempre cuidamos dele por amor”, disse Brenda.

Vídeo de Manoel de Souza Alcântara dançando, nas redes sociais. Foto: Reprodução.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA