Eleições 2020

Pesquisas fraudadas: Veja os municípios de Goiás e quantas rodadas foram realizadas em cada um

Publicados

A empresa de pesquisa IPOP – Cidades & Negócios foi alvo da Operação Leão de Nemeia, deflagrada ontem (5), que investiga fraudes em levantamentos eleitorais, com o objetivo de beneficiar candidatos. Conforme o Ministério Público Eleitoral (MPE), o proprietário Márcio Rogério Pereira Gomes cobrava dinheiro de prefeitáveis para divulgar pesquisas falsas em que esses postulantes apareceriam na liderança. Ele realizou 349 pesquisas em 191 municípios de Goiás em 2020. Os promotores agora buscam identificar os candidatos contratantes, que podem ter as candidaturas impugnadas e, se condenados e eleitos, podem ter o mandato cassado.

Veja os nomes dos municípios onde foram realizadas as pesquisas:

ABADIA DE GOIÁS
ABADIÂNIA
ACREÚNA
ADELÂNDIA
ÁGUA FRIA DE GOIÁS
ÁGUA LIMPA
ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
ALEXÂNIA
ALTO HORIZONTE
ALTO PARAÍSO DE GOIÁS
ALVORADA DO NORTE
AMARALINA
AMERICANO DO BRASIL
ANÁPOLIS
ANHANGÜERA
ANICUNS
APARECIDA DE GOIÂNIA
APARECIDA DO RIO DOCE
ARAÇU
ARAGOIÂNIA
ARENÓPOLIS
AURILÂNDIA
AVELINÓPOLIS
BARRO ALTO
BELA VISTA DE GOIÁS
BONFINÓPOLIS
BRAZABRANTES
BURITINÓPOLIS
CABECEIRAS
CAÇU
CALDAS NOVAS
CALDAZINHA
CAMPESTRE DE GOIÁS
CAMPINAÇU
CAMPINORTE
CAMPO LIMPO DE GOIÁS
CAMPOS BELOS
CAMPOS VERDES
CARMO DO RIO VERDE
CATALÃO
CATURAÍ
CAVALCANTE
CEZARINA
CIDADE OCIDENTAL
COCALZINHO DE GOIÁS
COLINAS DO SUL
CORUMBÁ DE GOIÁS
CORUMBAÍBA
CRISTALINA
CRISTIANÓPOLIS
CRIXÁS
CROMÍNIA
CUMARI
DAMIANÓPOLIS
DAMOLÂNDIA
DIORAMA
DIVINÓPOLIS DE GOIÁS
EDEALINA
EDÉIA
ESTRELA DO NORTE
FIRMINÓPOLIS
FLORES DE GOIÁS
FORMOSA
FORMOSO
GAMELEIRA DE GOIÁS
GOIANÁPOLIS
GOIANDIRA
GOIANÉSIA
GOIANIRA
GOIÁS
GOUVELÂNDIA
GUAPÓ
GUARAÍTA
GUARANI DE GOIÁS
GUARINOS
HEITORAÍ
HIDROLÂNDIA
HIDROLINA
IACIARA
INACIOLÂNDIA
INDIARA
INHUMAS
IPAMERI
IPIRANGA DE GOIÁS
IPORÁ
ISRAELÂNDIA
ITABERAÍ
ITAGUARI
ITAGUARU
ITAJÁ
ITAPURANGA
ITARUMÃ
ITAUÇU
ITUMBIARA
JANDAIA
JARAGUÁ
JATAÍ
JAUPACI
JESÚPOLIS
LEOPOLDO DE BULHÕES
LUZIÂNIA
MAIRIPOTABA
MAMBAÍ
MARA ROSA
MARZAGÃO
MIMOSO DE GOIÁS
MINAÇU
MONTE ALEGRE DE GOIÁS
MONTES CLAROS DE GOIÁS
MONTIVIDIU
MORRINHOS
MORRO AGUDO DE GOIÁS
MUNDO NOVO
MUTUNÓPOLIS
NAZÁRIO
NERÓPOLIS
NIQUELÂNDIA
NOVA AMÉRICA
NOVA AURORA
NOVA CRIXÁS
NOVA GLÓRIA
NOVA IGUAÇU DE GOIÁS
NOVA ROMA
NOVA VENEZA
NOVO GAMA
NOVO PLANALTO
ORIZONA
OURO VERDE DE GOIÁS
OUVIDOR
PADRE BERNARDO
PALMEIRAS DE GOIÁS
PALMELO
PALMINÓPOLIS
PARANAIGUARA
PARAÚNA
PETROLINA DE GOIÁS
PILAR DE GOIÁS
PIRACANJUBA
PIRANHAS
PIRENÓPOLIS
PIRES DO RIO
PLANALTINA
PONTALINA
PORANGATU
PORTEIRÃO
POSSE
PROFESSOR JAMIL
QUIRINÓPOLIS
RIALMA
RIANÁPOLIS
RIO QUENTE
RIO VERDE
RUBIATABA
SANTA BÁRBARA DE GOIÁS
SANTA CRUZ DE GOIÁS
SANTA HELENA DE GOIÁS
SANTA RITA DO NOVO DESTINO
SANTA ROSA DE GOIÁS
SANTA TEREZA DE GOIÁS
SANTA TEREZINHA DE GOIÁS
SANTO ANTÔNIO DA BARRA
SANTO ANTÔNIO DE GOIÁS
SANTO ANTÔNIO DO DESCOBERTO
SÃO DOMINGOS
SÃO FRANCISCO DE GOIÁS
SÃO JOÃO D ALIANÇA
SÃO JOÃO DA PARAÚNA
SÃO LUÍS DE MONTES BELOS
SÃO LUIZ DO NORTE
SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA
SÃO MIGUEL DO PASSA QUATRO
SÃO SIMÃO
SENADOR CANEDO
SILVÂNIA
SIMOLÂNDIA
SÍTIO D ABADIA
TAQUARAL DE GOIÁS
TEREZÓPOLIS DE GOIÁS
TRÊS RANCHOS
TRINDADE
TROMBAS
TURVÂNIA
TURVELÂNDIA
UIRAPURU
URUAÇU
URUANA
URUTAÍ
VALPARAÍSO DE GOIÁS
VARJÃO
VIANÓPOLIS
VILA BOA
VILA PROPÍCIO

Leia Também:  Em Jaraguá, mãe representa contra filha; Mulher espancava a própria genitora

No pacote de serviços oferecidos por Márcio, conta o promotor, estava a divulgação da pesquisa no jornal Cidades & Negócios, do qual também é dono. O promotor eleitoral Lucas César Costa Ferreira destaca que nas impressões desse jornal, cerca de 70% das publicações eram divulgações de resultados de pesquisa. O resto era destinado a propaganda de negócios locais. Em uma só edição, por exemplo, ele chegou a publicar o resultado de 129 pesquisas eleitorais.

Outro ponto que levou o Ministério Público Eleitoral à investigação foi o fato de que, apesar de estarem registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nenhuma das pesquisas possui contratante. É como se todos os quase 350 levantamentos tivessem sido bancados somente pela IPOP. O problema, segundo Chegury, é que cada uma custa em torno de R$ 2 mil. Isso significa que Márcio teria, supostamente, arcado com cerca de R$ 700 mil. Ao mesmo tempo, o capital registrado pela empresa era de R$ 150 mil, quase um quinto do total que eles alegam terem investido de bolso próprio.

Leia Também:  Maconha avaliada em 1,2 milhão é apreendida em Caldas Novas

JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

JUSTIÇA

Operação em desfavor de servidores da antiga Agetop cumpre mandados em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo

Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão

Publicados

em

Nesta sexta-feira (30), foi deflagrada a operação Old School, pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo.

A operação tem por finalidade apuração de crimes de corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro, praticados por servidores públicos da antiga Agetop e empresários do ramo da construção civil.

O procedimento investigatório guarda ligação com 10 obras públicas executadas por diversas construtoras contratadas pela agência com pagamento da quantia total de R$ 399.070.280,05, em números não atualizados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em Jesúpolis, jovem é morto a facadas e suspeitos são presos pela Polícia Militar
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA