Estado

Sob forte comoção, Maguito Vilela recebe homenagens da população de Goiânia em frente ao Palácio das Esmeraldas

Despedida do prefeito contou com estrutura de drive-thru montada pelo Governo de Goiás na Praça Cívica. “Fazemos o reconhecimento pela trajetória de um homem que enfrentou com dignidade, altivez e espírito público todos os desafios”, destaca governador Ronaldo Caiado. Cerimônia foi precedida de cortejo pela capital e Aparecida de Goiânia. Corpo segue para Jataí, cidade natal do ex-governador

Publicados

Comoção e série de homenagens marcaram o velório do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, realizado na noite desta quarta-feira (13) em frente ao Palácio das Esmeraldas, na Praça Cívica. Em respeito aos protocolos sanitários, a despedida do gestor público contou com uma estrutura drive-thru. “Gostaria que não estivéssemos passando por essa situação [de pandemia], para que a população toda pudesse reverenciá-lo. Mas peço a compreensão”, disse o governador Ronaldo Caiado.

Admiradores passaram pelo Centro de Goiânia para o adeus a Maguito, que faleceu nesta madrugada em São Paulo, aos 71 anos, por complicações da Covid-19. Toda a estrutura foi montada após Caiado oferecer à família enlutada o suporte do Estado para a cerimônia. Ao redor do espaço estavam cerca de 100 coroas de flores enviadas ao longo do dia. Mais distante, além das barreiras de segurança, pedestres acompanharam trechos do velório.

Governador Ronaldo se uniu a familiares, amigos e autoridades políticas na solenidade de despedida ao prefeito Maguito Vilela realizada em frente ao Palácio das Esmeraldas: “Gostaria que não estivéssemos passando por essa situação [de pandemia], para que a população toda pudesse reverenciá-lo”

Caiado afirmou que todo o cenário reflete o quanto o prefeito era querido. “O sentimento do povo goiano neste momento de perda é o reconhecimento da trajetória de um homem que enfrentou com dignidade, altivez e espírito público todos os desafios, sempre a defender suas convicções e ideias com coerência, ponderação e sensatez”, frisou.

Leia Também:  Maguito Vilela é sepultado em Jataí

O governador prestou solidariedade ao filho de Maguito, Daniel Vilela, que seguiu os passos do pai na carreira política, e aos demais membros da família presentes. Também participaram do velório amigos e diversas autoridades, entre elas secretários estaduais e municipais, deputados e vereadores. As mensagens da cerimônia religiosa ficaram sob responsabilidade do padre Rodrigo de Castro e do pastor Lourenço, da Igreja Atmosfera, que leram trechos bíblicos e fizeram orações.

Cortejo

As homenagens a Maguito começaram nas primeiras horas da manhã, quando noticiada sua morte. Em nota, Caiado decretou luto oficial por três dias em Goiás e determinou que fossem prestadas ao ex-governador “todas as honras de Estado, em reconhecimento ao que construiu em benefício do povo goiano”. Pouco depois, houve a cerimônia de arriamento das bandeiras em frente ao Palácio das Esmeraldas, na Praça Cívica. Um gesto solene e de respeito à memória do prefeito de Goiânia.

Vice governador Linconl Tejota, governador Ronaldo Caiado e o até então vice-prefeito de Goiânia, Rogério Cruz

O corpo de Maguito chegou de São Paulo no meio da tarde. No Hangar do Estado, o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, fez uma celebração em memória do gestor público e em solidariedade à família. Depois, o cortejo, em caminhão aberto do Corpo de Bombeiros, seguiu pelo Jardim Guanabara e BR-153 com destino ao Paço Municipal.

Leia Também:  Detentos são transferidos do presídio de Aparecida de Goiânia para as unidades de Anápolis e Formosa

Pelo trajeto, pessoas saíram às ruas para acompanhar e aplaudir a passagem do cortejo. O mesmo ocorreu na sede administrativa da prefeitura, onde foi colocada uma bandeira de Goiânia sobre o caixão.

Na sequência, o cortejo passou por Aparecida de Goiânia. O prefeito e sucessor de Maguito no município, Gustavo Mendanha, afirmou em entrevista que vai encaminhar para a Câmara Municipal um projeto de lei para batizar a sede da prefeitura de Cidade Administrativa Luís Alberto Maguito Vilela. Durante a passagem por lá, uma bandeira oficial do município foi colocada junto à de Goiânia, e foram lançados balões brancos. Por fim, seguiu até o Palácio das Esmeraldas.

O prefeito de Goiânia ainda receberá o carinho do povo de Jataí, sua cidade natal. Está previsto um velório no município ao longo da noite, no Ginásio de Esportes Vilelão. O sepultamento está marcado para às 9h desta quinta-feira (14) no jazigo da família, localizado no Cemitério São Miguel, onde foram enterrados os pais e irmãs de Maguito. Fotos: Vinícius Schmidt, Lucas Diener e Wesley Costa

Quem compara lê o JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESTADO

Contra avanço da Covid-19, Governo de Goiás publica decreto que restringe comércio de bebidas alcoólicas entre 22h e 6h

A proibição vale para todo território goiano e abrange locais de uso público ou coletivo. A decisão conjunta com prefeitos aconteceu por meio de enquete em que 95,7% dos votantes se posicionaram a favor da iniciativa. “Não cabe a um governador, principalmente eu, que sou médico, ficar esperando as coisas acontecerem. Tenho que tomar providências”, afirma Caiado

Publicados

em

O governador Ronaldo Caiado assinou, nesta terça-feira (26), o decreto nº 9.803, que restringe o comércio e o consumo de bebidas alcoólicas em locais de uso público ou coletivo, entre 22h e 6h em todo território goiano. O documento com as novas regras foi publicado em edição suplementar do Diário Oficial do Estado.

A divulgação ocorre após videoconferência na segunda-feira (25) e decisão conjunta com prefeitos por meio de enquete em que 95,7% dos 141 votantes se posicionaram a favor da implantação da medida. Votaram todos os participantes da reunião virtual. Entre os que se posicionaram favoráveis à edição do decreto estão os dois maiores municípios do Estado: Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Conforme o decreto, a fiscalização do cumprimento da norma será adotada pelas autoridades fiscais municipais competentes com o apoio das forças policiais estaduais. Quem descumprir as regras está sujeito às penalidades previstas no artigo 161 da Lei nº 16.140, de 02 de outubro de 2007, e demais normas de regência, em especial multa, interdição do estabelecimento e cancelamento do alvará sanitário.

Ao explicar a medida, o governador pontua que bares e restaurantes, bem como locais de festas e boates, foram identificados pela Secretaria de Estado da Saúde e órgãos de controle sanitário como os espaços de maior disseminação da Covid-19. “E, se temos um vírus que se comporta com agressividade, é lógico que temos que estancar esse volume de contaminados”, esclarece Caiado.

Leia Também:  Maguito Vilela é sepultado em Jataí

O governador defende ainda que a iniciativa é para antecipar um processo que pode causar uma situação delicada no país como um todo. “Essa segunda cepa tem uma característica que nos preocupa enormemente: a transmissibilidade. Na primeira, a contaminação foi mais lenta. Agora, é muito maior”, explicou. “Isso demanda uma sobrecarga nos hospitais, de oxigênio, medicamentos e tudo mais. Não cabe a um governador, principalmente eu, que sou médico, ficar esperando as coisas acontecerem. Tenho que tomar providências”, pontuou.

O secretário de Estado da Casa Civil, Alan Tavares, informou que a competência para regular o funcionamento do comércio em geral é dos municípios. “Desse modo, as autoridades fiscalizatórias locais terão apoio das forças policiais estaduais para adotar as medidas necessárias. Penalização, multa, cassação de alvará, interdição e outras medidas do tipo ficarão a cargo dos municípios”, reforçou. Veja o decreto integralmente clicando aqui

Encontro com os prefeitos

A proposta de estabelecer restrições ao comércio e consumo de bebidas alcoólicas foi discutida em videoconferência entre o governador Ronaldo Caiado, a equipe de saúde e vigilância sanitária, prefeitos, presidentes de tribunais, entidades empresariais e representantes da sociedade civil organizada, na segunda-feira (25).

Governador na ocasião da reunião com os prefeitos

O crescimento exponencial da contaminação preocupa as autoridades, principalmente, com relação à ocupação de leitos hospitalares. “Até 31 de dezembro de 2020 estávamos com ocupação de leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva] de 48%. A partir de 1º de janeiro de 2021 subimos em torno de 1% por dia, de forma sustentada. Isso faz com que estejamos hoje na casa dos 75% de ocupação de UTI e 50% de enfermaria”, alertou o secretário de Saúde, Ismael Alexandrino.

Leia Também:  Rialma: Câmara elege nova presidente

Apesar do alto investimento do Governo de Goiás no combate à pandemia, com novos leitos em todo o Estado, o secretário lembrou que não há profissionais de saúde suficientes para atender uma demanda ainda maior.  “A rede expandiu muito em relação à primeira onda. Existe capacidade no Hospital das Clínicas (HC-UFG), mas isso é limitado do ponto de vista de estrutura física, de equipamentos e de pessoal”, reiterou Ismael Alexandrino. Fotos: Lucas Diener

JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA