Natal do Bem

Caiado e Gracinha iniciam distribuição de 525 mil brinquedos aos municípios goianos

A partir desta sexta-feira (17), cidades recebem brinquedos para presentear crianças em situação de vulnerabilidade. “Presentes de Natal preparados com amor e carinho”, afirma a primeira-dama.

Publicados

Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama Gracinha Caiado iniciam entrega de brinquedos de Natal: calendário segue até 15 de dezembro. Foto: Júnior Guimarães e Wesley Costa

O governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama e coordenadora do Goiás Social, Gracinha Caiado, realizaram nesta sexta-feira (17) as primeiras entregas de brinquedos do Natal do Bem 2023. Eles estiveram no galpão do setor Ipiranga, em Goiânia, onde estão armazenados 525 mil itens. “Estamos muito alegres em poder fazer este Natal. Preparamos o que há de melhor para as crianças em situação de vulnerabilidade, com muito amor e carinho”, afirmou Gracinha.

Os brinquedos serão entregues a todos os 246 municípios, responsáveis pela distribuição gratuita a crianças em situação de vulnerabilidade social, oriundas de famílias inscritas no CadÚnico do governo federal. De acordo com Caiado, o investimento de R$ 15 milhões é uma importante ação de inclusão social. “A importância desta ação é evitar que as crianças se sintam discriminadas, ao verem famílias de maior poder aquisitivo comemorando o Natal com presentes. Por isso, ninguém será excluído”, explicou.

Nesta primeira lista estão as cidades de Goianira, Campos Verdes, Anápolis, Trindade, Pires do Rio e Jaraguá, representada na cerimônia pelo prefeito Paulo Vitor Avelar.  “Cada prefeito fará sua festa para levar esses brinquedos às crianças. Isso é respeitar o governo, o contribuinte e quem vai receber”, expressou.

Leia Também:  Em Goiás, governo transfere 1133 presos para reestruturação da penitenciária Odenir Guimarães

O calendário de repasses segue até 13 de dezembro. Em Goiânia, a entrega será em uma grande festa natalina no Ginásio Goiânia Arena, com a apresentação do cantor Leo Chaves, no dia 10. Os portões serão abertos às 8h e as crianças serão presenteadas com brinquedos e lanches, além do sorteio de bicicletas. Haverá linhas de ônibus especiais para o transporte do público.

A solenidade de início de entrega dos brinquedos do Natal do Bem também contou com a presença do vice-governador Daniel Vilela; da diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado; e de representantes da Associação Goiana dos Municípios (AGM) e Federação Goiana dos Municípios (FGM).

Diversidade

Neste ano, as crianças poderão escolher entre bolas de futebol e de vôlei, bonecas, jogo de panelinhas e carrinhos. A entrega de bonecas pretas é uma novidade no Natal do Bem 2023, resultado da preocupação da gestão estadual com a representatividade e valorização da diversidade na infância, considerando que as diferentes formas de identificação das crianças são fundamentais para a construção de suas visões de mundo, sonhos e relações.

Leia Também:  Vítima soterrada nos escombros após queda caixa d´agua é levado ao Hospital por helicóptero dos Bombeiros; Vídeo

Natal do Bem

No Centro Cultural Oscar Niemeyer, na capital, o Natal do Bem segue em funcionamento até 6 de janeiro. O espaço fica aberto ao público de terça a sexta-feira, das 18 às 23 horas; e sábados, domingos e feriados, das 16 às 23 horas. Considerada a segunda maior celebração natalina do país e maior do Centro-Oeste, a festa terá mais de 400 apresentações culturais, com toda a programação gratuita.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESTADO

Mais de 670 armas de fogo são apreendidas por órgãos federais no estado de Goiás em 16 meses

Considerando somente 2023, foram 581 apreensões no estado goiano, aumento de 89,25% em relação a 2022. Em todo o país, 13.340 armas foram apreendidas por PF, PRF e Senasp entre janeiro de 2023 e abril de 2024.

Publicados

em

Mais de 670 armas de fogo são apreendidas por órgãos federais no estado de Goiás em 16 meses. Foto: PF

Goiás é uma das Unidades da Federação em que os órgãos federais de segurança pública apreenderam mais armas de fogo ilegais desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De janeiro do ano passado a abril de 2024, 90 itens foram retirados de circulação no estado goiano pela Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP). Considerando somente 2023, foram 581 apreensões em Goiás, um aumento de 89,25% em relação a 2022, quando 307 armas foram retiradas de circulação pelas forças federais. Os dados estão disponíveis no ComunicaBR, plataforma de transparência ativa do Governo Federal.

Em todo o país, 13.340 armas de fogo foram apreendidas por PF, PRF e SENASP entre janeiro de 2023 e abril de 2024. Somente no ano passado, foram 10.935 apreensões, um incremento de 28% em relação a 2022 (8.466). E, nos quatro primeiros meses deste ano, mais 2.405.

Leia Também:  Em Goiás, prazos para pagamento de IPVA são prorrogados para agosto

O diretor de Operações Integradas e de Inteligência da Senasp (DIOP/SENASP), Rodney Silva, explica que os números registrados em 2023 e 2024 decorrem do aumento da fiscalização e das ações operacionais da PF, da PRF e das polícias militares e civis dos estados.

“O foco tem sido a prevenção das ocorrências de crimes mais graves, como mortes violentas intencionais, crimes passionais e o crime organizado, que se aproveita desse comércio ilegal de armas e, consequentemente, fortalece o tráfico de drogas, o tráfico de armas propriamente dito, tomadas de cidade e outros crimes violentos”, afirma Silva.

Ações como o Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (ENFOC), que conta com aporte federal de R$ 900 milhões até 2026, e expansão dos Grupos de Investigações Sensíveis (GISE) e das Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado (FICCO), ligados à Polícia Federal, impactaram diretamente os números de apreensões de armas de fogo no Brasil.

Os GISE foram expandidos em 2023 e passaram a operar em 21 estados. As FICCO estão em todo o país. O Ministério da Justiça e Segurança Pública destinou R$ 85 milhões para o funcionamento das unidades, especialmente para pagamento de diárias, aquisição de viaturas, materiais de apoio e equipamentos tecnológicos e de inteligência.

Leia Também:  Em Goiás, governo transfere 1133 presos para reestruturação da penitenciária Odenir Guimarães

“O desafio da segurança pública no combate ao uso ilegal de arma de fogo perpassa pelo fortalecimento da atividade de inteligência de segurança pública, a integração das forças de segurança e também a participação da sociedade na construção coletiva de soluções alternativas em busca do entendimento sobre a resolução de conflitos”, finaliza Silva.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA