Governo

Caiado é homenageado pela Frente Parlamentar da Agropecuária

Governador, que já ocupou presidência da bancada, destaca a importância da defesa histórica dos produtores rurais para desenvolvimento nacional

Publicados

Caiado é homenageado pela FPA por contribuição histórica para o setor agropecuário nacional. Foto:reprodução

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) homenageou o governador Ronaldo Caiado, nesta quarta-feira (20), em Brasília, por sua contribuição histórica para a evolução do setor. Considerada uma das mais influentes no Congresso Nacional, a FPA reuniu seus ex-presidentes para a entrega das honrarias. Caiado, que se notabilizou desde a década de 1980 como uma das principais lideranças nacionais em defesa do produtor rural, presidiu a Frente em 2003, quando era deputado federal.

“Imaginem que iniciei essa luta em uma fase bem anterior, onde mobilizamos o Brasil no movimento da UDR (União Democrática Ruralista) para garantir o direito de propriedade na Constituinte. A partir dali, entramos no Congresso Nacional com a mesma garra e determinação, soubemos representar o nosso setor e promover grandes debates”, lembrou o governador, que recebeu a honraria da deputada federal por Goiás Marussa Boldrin, integrante da FPA.

A cerimônia de entrega de homenagens em Brasília marcou ainda a inauguração da nova sede do Instituto Pensar Agropecuária (IPA), organização sem fins lucrativos, formada por mais de 50 entidades do setor produtivo rural, voltada à prestação de assessoria à FPA, por meio de acordo de cooperação técnica.

Leia Também:  Voluntários cantam para pacientes do Hugo

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, avalia que a atuação da Frente foi decisiva para a posição do agro na economia nacional. “Se não fosse essa bancada, podem ter certeza que não estaríamos onde estamos. Caiado sabe disso, pela importância que ele dá para o setor agropecuário e pelo salto que Goiás vem dando na produtividade”, ressaltou. Em 2022, as exportações goianas no agro cresceram 62,8%.

O governador lembrou ainda do desenvolvimento tecnológico que a agropecuária passou ao longo dos últimos anos, a partir da credibilidade conquistada pela atuação da FPA. “A agricultura hoje é 5G, tecnificada, tem drone, robô, tecnologia de plantio, plantadeiras com máximo de capacidade para fazer a mensuração da acidez e da quantidade de adubo”, exemplificou.

Além de Caiado, outros 13 ex-presidentes foram homenageados: os ex-deputados Nelson Marquezelli, Odacir Zonta, Silas Brasileiro, Aberlado Lupion e Valdir Colatto; os senadores Luiz Carlos Heinze e Tereza Cristina; os deputados federais Sérgio Souza (PR), Dilceu Sperafico (PR) e Alceu Moreira (RS); Augusto Nardes, atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU); Marcos Montes, ex-ministro da Agricultura; e Nilson Leitão, atual presidente do Instituto Pensar Agropecuária.

Leia Também:  Goiás tem alta recorde no valor da produção agrícola em 2021

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Em Goiânia, delegado morre após bater carro contra poste

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA