Operação Paz

Em Goiás, Operação Paz registra 39.839 ações de forças integradas visando segurança

O balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás, contabiliza 608 ações contra mortes violentas intencionais.

Publicados

Em Goiás, Operação Paz registra 39.839 ações de forças integradas visando segurança. Foto: SSP

O balanço das ações da Operação Paz foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) nesta quarta-feira (21). A operação foi iniciada em setembro e articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, segue até o dia 31 de dezembro e contabilizou em Goiás, 39.839 ações que buscam reduzir as mortes violentas intencionais.

Em Goiás, as ações estratégicas são articuladas e monitoradas pela Gerência de Operações Integradas (Geoi) da Superintendência de Ações e Operações Integradas (Saoi). Ao todo, foram realizadas 4.237 ações ostensivas, sendo 155 barreiras policiais, 3.052 pessoas e 1.030 veículos abordados, além da apreensão de 335 armas de fogo, 5.889 munições e 5.069,14 kg de drogas.

Ações

Além disso, 626 ações policiais foram orientadas pela inteligência e 770 mandados de prisão analisados e difundidos, totalizando 1.396 ações. No que se refere às prisões por Mortes Violentas Intencionais (MVIs), foram realizadas 608, sendo 26 menores apreendidos em flagrante de ato infracional, 15 menores por mandado de busca e apreensão, 340 presos em flagrante de delito, 222 presos por cumprimento de mandado de prisão e 281 mandados de busca e apreensão.

Leia Também:  Goiás registra queda nos crimes de homicídio e roubo

Na Operação Paz também foram instaurados 561 inquéritos policiais, sendo que 491 foram concluídos e remetidos com autoria e materialidade, e 861 medidas cautelares foram apresentadas. Em relação ao Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBM-GO), foram 10,630 atendimentos, sendo 46 resgates de vítimas e 10.584 vistorias em locais e estabelecimentos comerciais.

Quando às ações da Superintendência de Polícia Técnico-Científica foram 8220 ações entre perícias, exames e reprodução simulada. Já a Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), foram 143 ações entre revistas estruturais e revistas gerais minuciosas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública de Goiás, coronel Renato Brum dos Santos, o resultado se deve às ações de integração entre as Forças de Segurança estaduais e federais. “São ações do Ministério da Justiça e alinhadas às orientações do governo estadual. Foi um trabalho muito grande com as outras Forças, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal”, disse.

O secretário ainda afirma que o objetivo das ações é dar mais segurança para a população goiana e que em 2024 continuarão trabalhando na redução dos índices. A ação conjunta também foi ressaltada pelo delegado corregedor da Polícia Federal em Goiás, Ricardo Duarte.

Leia Também:  Setores de serviços e comércio representam quase 80% do total de MEIs em Goiás

“No nosso escritório da FICCO [Força Integrada de Combate ao Crime Organizado], dentro da PF, nós temos todas as Forças de Segurança estaduais e federais. Para se ter uma ideia desta importância, na semana passada, nós cumprimos mais de 46 mandados de prisão, busca e apreensão. Em Goiás, a PF atua de forma conjunta com as forças e instituições parceiras”, afirmou.

Segundo o delegado, Goiás hoje é um estado totalmente seguro devido às ações. “É um estado onde a gente percebe em viagens, que a gente viaja muito, em que a população de outros Estados da Federação fala claramente: Goiás hoje é um estado muito tranquilo e isso tem atraído pessoas para cá”, ressalta.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  “Tradição cada vez mais viva”, diz Caiado durante Romaria dos Carros de Boi em Trindade

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA