Judiciário

Militar que atropelou e matou dentista tem pena convertida em prestação de serviços em Goiânia

Atualmente Lucas Guerellus é capitão do Exército e deverá pagar cinco salários mínimos para a Vila São Cottolengo, em Trindade, além de R$ 7 mil em indenizações

Publicados

A juíza Bianca Melo Cintra, da 1ª Vara Criminal de Detenção e Trânsito de Goiânia, condenou o capitão do Exército Lucas Guerellus, de 34 anos, pelo atropelamento que matou o dentista aposentado Elson Severino da Silva, de 72 anos, e deixou o mecânico Rubens Bueno Garcês com múltiplas escoriações e fratura na coluna. O crime aconteceu em abril de 2017 no Setor Pedro Ludovico Teixeira, quando os dois conversavam no canteiro central da Avenida Circular. Guerellus dirigia embriagado depois de passar a noite em uma boate na capital.

O militar, na época do crime tenente do Exército, foi condenado a três anos e quatro meses de detenção, substituído por 7 horas semanais de prestação de serviços comunitários, que serão definidos pelo Setor Interdisciplinar Penal. Guerellus também foi condenado a pagar cinco salários mínimos para a Vila São Cottolengo, em Trindade, além de indenizar a família de Elson Severino em R$ 6 mil e a família de Rubens Garcês em R$ 1 mil. A sentença determinou ainda a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de Guerellus por cinco meses, suspensão dos direitos políticos pelo tempo da pena e pagamento das custas processuais.

Leia Também:  "Nunca precisei de cantor para me promover", diz suposto affair de Gusttavo Lima

O filho de Elson Severino, o advogado Elson Flávio Saraiva Silva, que atuou no caso como assistente de acusação junto ao Ministério Público de Goiás (MPGO), afirmou que a família ficou aliviada com a decisão. “Conseguimos a justiça e vislumbro que poderia ser mais, mas o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, a Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito, todos corroboraram para que a justiça fosse feita”.

O advogado disse também que vai aguardar a manifestação do MPGO sobre o caso para recorrer da decisão ou não.  “Acredito que alguns pontos não foram bem vistos pela investigação, pelo julgamento e pela sentença. Cabe recurso. O que tem que ficar patente é que a justiça existe”.

O caso teve grande repercussão na ocasião do atropelamento. Elson Severino foi arrastado por 25 metros. O militar confessou à delegada Nilda Andrade, da Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito (Dict) que tinha ingerido bebidas alcoólicas durante a noite. Rubens Bueno Garcês faleceu em 2019, vítima de câncer de próstata.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Acidente

Em Jaraguá, Corpo de Bombeiros controla incêndio em veículo

Imediatamente foi realizado o combate às chamas e em seguida, realizado o rescaldo, ninguém se feriu.

Publicados

em

O Corpo de Bombeiros de Jaraguá foi acionada nesta sexta-feira (30), para combater incêndio em um veículo de passeio que se encontrava às margens da rodovia BR-153, Vila Colombo, no trevo norte da cidade.

A corporação ao chegar no local visualizou o veículo que estava em chamas e imediatamente foi realizado o combate às chamas e em seguida, realizado o rescaldo, ninguém se feriu. Os prejuízos foram apenas da ordem material.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Piloto de aeronave que caiu em Itaberaí é identificado
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA